Home / Globo cria marketplace e novos formatos de anúncio

Globo cria marketplace e novos formatos de anúncio

Fonte: Meio e Mensagem

28 de outubro de 2022

Durante seu Upfront de 2023, grupo anunciou novidades relativas à publicidade, transmissões esportivas e de festivais, e programação

A Globo está investindo em criar novas oportunidades para entrega publicitária e tornar as mesmas mais segmentadas. Em termos de parcerias com agências e anunciantes, essa foi a premissa apresentada no Upfront de 2023 do Grupo Globo, apresentado nesta quinta-feira, 28, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Gama, o marketplace da Globo

Manzar Feres, diretora de negócios integrados de publicidade da Globo, subiu ao palco do auditório para anunciar o lançamento do Gama, um marketplace de publicidade para execução de campanhas por mídia programática. A plataforma utiliza tecnologia da Xandr e dados proprietários da Globo, mas permite que os parceiros cruzem os mesmos com suas informações.

Apesar de ser uma propriedade do Grupo Globo, o inventário será composto por todos os publishers integrados ou chegando ao mercado da programática integrados em um só ecossistema. “Para todos os tamanhos de anunciantes e para todos os parceiros de inventário digital”, garantiu Manzar.

Novos formatos publicitários para 2023

Ainda se tratando de publicidade, a Globo deu ênfase a três investimentos: o Globo DAI, o Pause Ads e uma solução shoppable para TVs conectadas. O Globo DAI é a forma como a empresa se refere a segmentação dos anúncios no intervalo comercial do Globoplay, de forma que um mesmo anúncio pode não ser exibido para perfis de consumidores diferentes devido à coleta de dados sobre seus hábitos de consumo. A solução conta com a plataforma de tecnologia do Google. Esse anúncio o consumidor não pode pular.

Também no Globoplay, a empresa enfatizou o lançamento do Pause Ads, formato de anúncio que aparece quando o usuário pausa a exibição de um conteúdo no streaming. As campanhas também serão segmentadas com a jornada de consumo do usuário e o formato promete atenção concentrada. “Atende as pessoas que não querem assistir o conteúdo. Deixamos o espaço do pause para que o anúncio passe com o consumidor no comando. As taxas de viewability e recall são muito superiores”, descreve.

Por fim, outro formato apresentado é uma solução shoppable que ficará disponível em TVs conectadas para que o telespectador possa adquirir produtos exibidos em tela.

Segurança de marca e métricas

Ao longo dos discursos da noite, a Globo buscou enfatizar que suas propriedades oferecem um ambiente seguro no qual o anunciante deseja estar vinculado. Além disso, os executivos e talentos mencionaram diversos números que buscam representar a relevância dos conteúdos em alcance, engajamento fora de tela, tempo de retenção e outros.

Outro tema destacado foi o imvestimento da empresa em dados. Atualmente, a Globo conta com 130 milhões dos seus identificadores denominados Globo IDs. Manzar comunicou que abrirá a plataforma de dados ao mercado para combinação de informações. “Unimos tecnologia e dados ao conteúdo de qualidade e segurança. A Globo reafirma o compromisso com o conteúdo de qualidade em todas as telas e plataformas”, pontuou.

A executiva ainda celebrou o Modelo de Atribuição para Ponto de Venda, uma tecnologia proprietária que permite atribuir as vendas físicas e digitais à estratégia de mídia nas plataformas da Globo.

Sem muitos detalhes, Manzar comunicou que o grupo firmou uma parceria com o Twitter para oferta conjunta para anunciantes durante grandes eventos e programas.

Retorno do Linha Direta e novo reality

Dois anúncios relativos a programação foram reservados para contar com exclusividade ao mercado durante o Upfront. A primeira delas é a volta do Linha Direta, programa de crimes verídicos exibido pela emissora entre 1990 e 2007, e que retorna em 2023 como um quadro do Conversa do Bial. Para Bial, o Linha Direta atende a maior dedicação do público ao gênero true crime. “O mundo mudou nesses 15 anos. É difícil ter algo sem registro de imagem. O programa vai ao encontro do desejo do País por Justiça e contra a impunidade”, disse o apresentador e jornalista.

Outro reality de gastronomia ganha vida nas telas da emissoras. O Minha Mãe Cozinha Melhor que a Sua vai colocar duplas de mães e filhos em que, necessariamente, um dos dois é figura pública para cozinharem em competição. O parente que cozinha pior na dupla deverá seguir as instruções do seu familiar na receita. Esse será apresentado por Leandro Hassun com a presença dos chefes João Diamante e Paola Carosella.

Entre outras novidades do formato reality show está a promoção de Ana Clara à apresentadora da segunda edição do Túnel do Amor, que este ano teve apresentação de Mion. E o No Limite terá como próximo cenário a Amazônia.

Transmissões musicais e esportivas

Em termos de transmissão, Mion anunciou que além do Rock in Rio e o Lollapalooza, o Multishow e demais propriedades do grupo irão transmitir o The Town, festival criado pelos fundadores do Rock in Rio, mas que acontece em São Paulo em 2023.

O time de esporte subiu ao palco para aquecer o público para a Copa do Mundo, mas também trouxe novidades, como a volta do Campeonato Brasileiro e da Libertadores da América às telas da TV Globo. Outros eventos destacados foram a Copa do Mundo Feminina, que ocorrerá em 2023 na Austrália e Nova Zelândia; as finais da Super Liga do Vôlei; Liga Mundial de Surf; campeonatos de skate, entre outros.

Retrospectiva de 2022

Diretor presidente da Globo, Paulo Marinho também esteve presente e destacou alguns momentos que marcaram a trajetória do Grupo Globo no último ano, sobretudo o uso de dados, o investimento nas pautas ESG e o Movimento LED, voltado para celebrar iniciativas inovadoras na área da educação.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Publicidade mostra sinais de recuperação, com holdings relatando lucros (em inglês)
Analistas econômicos comentam relatórios de resultados das holdings e apontam "recuperação publicitária robusta". 
IDV e Poder360 discutem caminhos do varejo digital
O IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) e o Poder360 realizaram o seminário “Negócios digitais x Ilegalidade: o Brasil que queremos”. O evento teve o apoio da Abrabe (Associação Brasileira de Bebidas). O objetivo foi discutir os impactos da ilegalidade no varejo digital e como esse cenário pode ser enfrentado pelo setor no Brasil. O […]

Receba a newsletter no seu e-mail