Home / Facebook dobra lucro no segundo trimestre, mas espera crescer mais lentamente

Facebook dobra lucro no segundo trimestre, mas espera crescer mais lentamente

Fonte: G1

29 de julho de 2021

Expectativa de desaceleração se deve, especialmente, às novas regras de publicidade da Apple que, recentemente, começou a obrigar os criadores de aplicativos a pedirem permissão antes de coletas dados.

O Facebook dobrou seu lucro líquido para 10,4 bilhões de dólares no segundo trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado, em um faturamento de 29 bilhões de dólares, graças ao alto preço da publicidade online durante a recuperação econômica, informou a empresa nesta quarta-feira (28).

A empresa afirmou em seu relatório de resultados que o crescimento desaceleraria “modestamente” no segundo trimestre, especialmente devido às novas regras de publicidade da Apple, e assim seu título caiu entre 3% e 4% nas transações após o fechamento de Wall Street.

“O crescimento da receita de anúncios no segundo trimestre foi impulsionado por um aumento de 47% no preço médio dos anúncios e um aumento de 6% no número de anúncios veiculados”, explicou a plataforma.

Essa tendência continuará pelo resto do ano, mas o Facebook espera crescer mais lentamente devido a “mudanças regulatórias e técnicas”.

A Apple recentemente obrigou os criadores de aplicativos a pedir permissão antes de coletar dados, algo que afeta empresas cujo modelo econômico é baseado em publicidade direcionada às preferências e hábitos dos consumidores, como o Facebook.

Até 30 de junho, cerca de 3.500 pessoas em todo o mundo visitaram uma das quatro redes e serviços de mensagens do grupo como Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger por mês – 12% a mais do que há um ano.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Como a assustadora engrenagem das redes ameaça a saúde e a democracia
Reportagem da Veja conversou com Tristan Harris, personagem central do documentário da Netflix O Dilema das Redes, com o diretor, Jeff Orlowski, e com especialistas para explicar como os gigantes da tecnologia expõem os usuários a riscos viciantes. Leia Mais
Qual é o limite do controle do conteúdo pelas plataformas?
Diante do questionamento do MPF ao Twitter sobre o porquê da empresa não ter, no Brasil, uma ferramenta de denúncia de fake news, especialistas em mídias digitais comentam como as plataformas poderiam coibir os conteúdos falsos e preservar o espaço para debates de ideias.

Receba a newsletter no seu e-mail