Home / Publicis planeja unificar suas agências em sede única

Publicis planeja unificar suas agências em sede única

Fonte: Propmark

29 de novembro de 2023

O Publicis Groupe, no mercado brasileiro, operação que está sob o guarda-chuva do escritório da holding francesa em Miami, Estados Unidos, está passando por uma série de reformulações desde a chegada da CEO Gabi Onofre há cerca de cinco meses.

A principal delas deverá ser a unificação de todas as suas marcas no país (Talent Marcel, DPZ, Publicis Brasil, ARC, Lê Pub, Publicis Health, Publicis Play, Leo Burnett Tailor Made, Performics, Sapient e PMX, produtora de audiovisual do ecossistema global que substitui a Prodigious) em um único local até 2025. Provavelmente em uma edificação no bairro do Brooklin, em São Paulo.

A primeira mudança será a transferência, em fevereiro de 2024, da Leo Burnett Tailor Made da sua atual sede, na Rua Brejo Alegre, para o head quarter do Publicis Groupe no país, no SP Corporate Towers, na Vila Olímpia. A agência ocupa essa sede desde 2004 quando foi levada pelo então presidente Renato Loes, que mais tarde foi substituído por Paulo Giovanni quando o grupo comprou a Tailor Made.

O Publicis também está promovendo outras mudanças no Brasil. A fonte do propmark ainda não tem dados consistentes, mas acredita até na possibilidade de fusões de agências. Atualmente, Leo Burnett e DPZ dividem serviços financeiros e de recursos. O mesmo ocorre com Talent e Publicis Brasil. Em uma época de contenção de gastos e margens apertadas, faz sentido.

Confira matéria no Propmark

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Desoneração de IoT e liberação do Fust para internet em votação do Senado
O Senado pode votar dois projetos importantes para o setor de telecomunicações: o PL 172/2020, que prevê o uso dos recursos do fundo de universalização dos serviços de telecomunicações para ampliação do acesso à internet no país e o PL 6.549/2020, que isenta tributação de Fistel, Condecine e CFRP para dispositivos de IoT e M2M.Leia […]
Zuckerberg é processado por envolvimento com Cambridge Analytica
O diretor-presidente da Meta —dona de Facebook, Instagram e WhatsApp—, Mark Zuckerberg, está sendo processado pelo procurador-geral do Distrito de Columbia, Karl Racine, devido ao caso Cambridge Analytica. O documento cita negligência na proteção de dados de usuários do Facebook e uma manipulação nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016. Eis a íntegra (1MB, em inglês) […]

Receba a newsletter no seu e-mail