Home / Publicidade digital movimenta R$ 16,4 bilhões no semestre

Publicidade digital movimenta R$ 16,4 bilhões no semestre

Fonte: Meio e Mensagem

25 de outubro de 2023

A publicidade digital no Brasil cresceu 11% nos primeiros seis meses deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Com isso, a modalidade movimentou R$ 16,4 bilhões no mercado local. Os dados são do Digital AdSpend, assinado pelo Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil) em parceria com a Kantar Ibope Media, divulgados nesta quarta-feira, 25.

Segundo o estudo, os pequenos e médios anunciantes (long tail) aumentaram em 13% seus investimentos e, por isso, alavancaram os resultados nacionais. Dessa forma, eles representaram 75% dos share geral. Por outro lado, os top 50 anunciantes investiram 8% a mais em publicidade digital neste ano e corresponderam a 25% do share.

O relatório apontou também que, na primeira metade deste ano, a compra de anúncios via agências de publicidade correspondeu a 67% do total. Com isso, houve um aumento de 15% nesse tipo de aquisição. Já o aporte aplicado diretamente pelos anunciantes alcançou 33%, com alta de 5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Devices, formatos e canais

Em relação a dispositivos, os aparelhos móveis totalizaram 76% dos investimentos em publicidade digital, enquanto o desktop chegou a 24%. Sobre os canais, as plataformas de redes sociais receberam a maior parcela do montante (55%), seguidas por search (30%) e publishers e verticais (15%).

No que diz respeito aos formatos, a pesquisa mostrou também que 37% do valor foi direcionado para vídeos – sendo 33% para display, como banners, ads, posts e gifts, e 30% para sites de busca.

Setores da publicidade digital

Cinco principais setores concentraram mais da metade – ou seja, 60% – do investimento em publicidade digital. Os destaques foram o comércio (27%), serviços (13%), mídia e conteúdo (8%), eletrônicos e informática (6%) e financeiro securitário (6%).

Os outros 40% do montante aplicado incluem 22 setores, como higiene pessoal e beleza; educação; cultura, lazer, esporte e turismo; alimentos; e automotivo. Bebidas, telecomunicações, vestuário e acessórios, farmacêutico, administração pública e social também fazem parte desse grupo.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Google suspende publicidade política por risco de violência nos EUA
O Google anunciou que suspenderá temporariamente a difusão de anúncios políticos, devido ao risco de gerar mais violência como a do ataque ao Capitólio dos Estados Unidos.Leia Mais
Associações de imprensa pedem pagamento de big techs por conteúdo jornalístico
17 entidades de imprensa do continente americano, entre elas SIP, WAN-IFRA, News Media Alliance e ANJ, divulgaram um manifesto em que pedem o pagamento da produção jornalística pelas plataformas digitais, como Google e Facebook.

Receba a newsletter no seu e-mail