Home / Morre Mauro Salles, um dos pioneiros da indústria da comunicação no Brasil

Morre Mauro Salles, um dos pioneiros da indústria da comunicação no Brasil

Fonte: Janela Publicitária

12 de fevereiro de 2023


Faleceu na noite de sábado, 11/02, aos 90 anos, em São Paulo, o jornalista e publicitário Mauro Salles.
Segundo comunicado de sua família, Mauro estava doente há 16 anos e morreu de causas naturais (falência múltipla dos órgãos).

Nascido em Recife (PE) em 6 de agosto de 1932, filho mais velho entre os sete do agrônomo — mais tarde senador — Apolônio Salles com Izabel Irene Dias Salles, Mauro Bento Dias Salles veio para o Rio em 1942, quando a família se transferiu para a capital do país.

Mauro se formou em direito pela PUC-Rio e começou no jornalismo pela sucursal da revista norte-americana ‘Life’, no Rio de Janeiro, no começo dos anos 1950. Foi assistente de diversos fotógrafos como Philippe Halsman, Margaret Bourke-White e Dmitri Kessel. Como repórter, esteve em O Mundo e na revista O Mundo Ilustrado, publicação que chegou a ter tiragem de 140 mil exemplares por semana.

Em 1955, entrou no Grupo Globo pela Rio Gráfica e Editora e mais tarde no jornal O Globo, onde chegou a diretor de redação. Nas empresas de Roberto Marinho trabalhou por 12 anos e participou do lançamento da TV Globo, inclusive como diretor de jornalismo e programação em 1965.

Mauro Salles também teve incursões no mundo político. Em 1961, licenciou-se da redação para ser secretário do Conselho de Ministros do Gabinete Parlamentar do então ministro da Justiça Tancredo Neves. Em 1963, durante o governo do presidente João Goulart, foi chefe de gabinete do ministro da Indústria e do Comércio, Antônio Balbino, acabando até mesmo como ministro — função em que ficou por três meses — quando Balbino deixou o cargo.

Em 1966, deixou a Globo para fundar sua própria agência de publicidade, a Mauro Salles Publicidade, inicialmente dentro de um apartamento no Hotel Jaraguá, em São Paulo. A agência acabou se tornando uma das maiores do país, com o nome de Salles/Interamericana, já que, em 1968, incorporou a Interamericana de Publicidade. Na agência também atuou seu irmão Luiz Sales (com um “l” só), que faleceu em 2017.

Dentro da atividade publicitária, Mauro Salles atuou fortemente na liderança de entidades do setor. Foi presidente da Associação Brasileira de Propaganda (ABP) e da Federação Brasileira de Publicidade (Febrasp), assim como presidente da International Advertising Association (IAA) em 1980. Naquele ano, liderou a criação do Código de Ética da Publicidade Brasileira, sendo redator do primeiro anteprojeto. E, em 1985, ocupou o cargo de diretor do Conselho Nacional de Propaganda (CNP).

Mauro é também autor de livros de poesia: Coisas de Crianças (1991), O Gesto (1994), Viagem (1994), Recomeço (1999) e Tilápia Galiléia (2004) . Ele deixou a viúva, sua mulher Thereza, 3 filhos, 10 netos e 10 bisnetos. Um de seus filhos foi Paulo Salles (1956-2016), que também chegou a dirigir a agência Salles.

FOLCLORES SOBRE MAURO

Mauro Salles não parava quieto e comparecia a diversos compromissos no mesmo dia. Uma das brincadeiras do mercado publicitário era que existiam vários Mauros Salles, já que dava a sensação de que ele era visto em mais de um lugar ao mesmo tempo.

Seu passado como jornalista o fazia querer estar sempre bem informado. Em tempos que antecederam a internet, como viajava muito de avião, Mauro Salles, antes de embarcar, passava pela loja de jornais e comprava todas as edições do dia de O Globo, Jornal do Brasil, Folha, Estadão etc. E, durante o voo, ele não só ia lendo como recortando e marcando com caneta as páginas das matérias que lhe serviriam, mais tarde, para alguma negociação da agência. Ao desembarcar, ficava no assento a enorme pilha que não havia interessado.

Confira matéria no Janela Publicitária

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

FIAP 50 anos: Africa é a mais premiada
A Africa, da rede DDB Latina, conquistou o primeiro lugar no ranking da 50ª edição do Festival Iberoamericano de la Creatividad, com dois Grandes Soles para a campanha "Salla 2032" e um Gran Sol para "Let Her Run".
Google pode desmembrar divisão de publicidade para evitar processo antitruste nos EUA
O Google estaria dispostos transformar seu braço de anúncios em outra empresa para evitar um possível processo antitruste do governo americano. Segundo o jornal The Wall Street Journal, uma das propostas da gigante de tecnologia seria transformar o Google Ads em outra empresa, que continuaria sob gestão da Alphabet, holding controladora do próprio Google. Mesmo assim, ainda não está claro […]

Receba a newsletter no seu e-mail