Home / Os impactos do ChatGPT nas carreiras de publicidade e marketing

Os impactos do ChatGPT nas carreiras de publicidade e marketing

Fonte: Forbes

23 de fevereiro de 2023

O ChatGPT tem ganhado muita publicidade recentemente. Não há melhor maneira de fazer as pessoas se interessarem – e, talvez, se preocuparem – com a  IA (inteligência artificial) do que mostrá-la em ação. O ChatGPT é, com certeza, uma poderosa demonstração do que a IA pode fazer nos dias de hoje.

Peça ao ChatGPT para te responder uma pergunta, ou criar um conteúdo escrito, e ele irá te atender em uma linguagem bem estruturada e parecida com a de um humano, a qual muitas pessoas não saberiam que foi feita por uma máquina. E, claro, ele fez as pessoas imediatamente se perguntarem quais são os impactos disso para nós, humanos. Uma das primeiras profissões a temer se perderiam seus empregos são os publicitários e profissionais de marketing.

Essa lógica parece ser racional, porque muitos aspectos de marketing e publicidade envolvem criar textos – seja para anúncios, e-mails ou textos de redes sociais. Agora que máquinas acessíveis conseguem ter essa função, as pessoas que trabalham nesses empregos correm o risco de se tornar superfluos?

O fato é que, ao longo da história, vimos que as inovações tecnológicas tendem a criar novos empregos tão rápido quanto tornam outras desnecessárias. Outra característica é que as profissões criadas são geralmente mais técnicas, criativas ou requerem mais habilidades – o que as levam a ser melhor remuneradas.

Por exemplo, a invenção de máquinas agrícolas reduziu a necessidade de trabalhadores não qualificados nas lavouras, mas gerou uma necessidade para engenheiros e técnicos qualificados. Depois, o surgimento dos computadores tornou desnecessários os mal remunerados funcionários administrativos e datilógrafos, mas criou empregos melhor remunerados em engenharia de software e análise de dados. Da mesma maneira, o Fórum Econômico Mundial prevê que, apesar de empregos serem substituídos pela IA, ela irá gerar novas profissões no longo prazo. Então, vamos ver como a chegada dessa tecnologia transformadora poderia afetar seu futuro profissional em publicidade e marketing.

O ChatGPT é um assistente virtual – isto é, um chatbot –, que usa uma forma de aprendizado conhecida como processamento de linguagem natural. Ele é um exemplo de IA generativa, porque cria algo que não existia antes, e inclui um banco de dados massivo com 175 bilhões de parâmetros, incluindo livros, jornais, pesquisas e informações da internet. Apesar dos resultados poderem ser surpreendentes, os algoritmos que constituem o ChatGPT são simples e baseados em estatísticas. A performance da inteligência é possível por conta da imensa quantidade de treinamento com dados e a rapidez com que ele consegue processar os pedidos.

Empregos em marketing e publicidade serão afetados pelo ChatGPT?


Se você trabalha em um cargo criativo nas áreas de publicidade ou marketing, é muito provável que a escrita de conteúdo seja uma das suas responsabilidades. Isso significa que a primeira vez que você vê a linguagem natural que a IA é capaz de reproduzir, você pode se perguntar se, em algum tempo, será substituído no seu trabalho. 

Em teoria, as companhias agora podem usar tecnologias para criar conteúdos para publicidade, email marketing, posts de redes sociais e anúncios. É importante lembrar, no entanto, que tudo que o ChatGPT cria ou escreve é baseado no que ele entende de algo que já foi feito antes. Ou seja, ele não consegue criar pensamentos originais ou ter criatividade igual aos humanos.

Por exemplo, uma forma popular de marketing na atualidade é o marketing de influência. Os influenciadores, em teoria, são pessoas que desenvolveram uma relação com seu público baseada em conexão humana. Os seguidores não estão interessados no conteúdo por causa de quem o escreveu ou criou, eles não querem um conteúdo criado genericamente por um robô.

De maneira semelhante, se você escreve posts de redes sociais, é provável que a sua audiência esteja interessada na autenticidade da sua marca e na possibilidade de se conectar com o humano por trás dela. Esse aspecto do trabalho no marketing ainda não pode ser reproduzido bem por uma máquina e, provavelmente, demorarão um tempo para que os robôs consigam aprender.

As tecnologias de linguagem natural podem ser usadas para substituir tarefas rotineiras de um trabalho. Isso pode incluir criar listas, definir a estrutura de um conteúdo e marketing ou de publicidade e garantir que tudo esteja correto.

Outras maneiras como o ChatGPT pode ser usado para automatizar tarefas rotineiras de marketing são:

Fazer pesquisas de mercado: a ferramenta pode rapidamente gerar uma lista de potenciais clientes, bem como seus produtos e serviços mais importantes.
Gerar um texto otimizado para SEO (Search Engine Optimization): o ChatGPT pode ser usado para gerar textos que mecanismos de busca utilizam para ranquear páginas na internet. Entretanto, você deve tomar cuidado para não cair em armadilhas geradas por esses mecanismos, que penalizam os portais que usam textos gerados por inteligência artificial.
Criar descrições de produto: gerar conjuntos de descrições para plataformas de e-commerce nos quais os catálogos são frequentemente atualizados.
Quando for usar o ChatGPT com qualquer um desses propósitos, é importante ter ciência das fraquezas dessa ferramenta. Mais especificamente, que o treinamento dessa ferramenta não está imune a reproduzir preconceitos e vieses inconscientes, sendo possível que esses elementos possam aparecer nos seus resultados. Também, pelo seu treinamento ser baseado em dados coletados em 2021, ele tem informações limitadas sobre qualquer coisa que aconteceu desde então.

Confira matéria na Forbes

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Custos globais de mídia de TV aumentam mais de 30% no pós-pandemia
O custo do investimento em mídia está aumentado no mundo e a TV é o meio que vem sofrendo com o maior impacto, segundo levantamento do serviço de inteligência em marketing Warc. Globalmente, os CPMs de TV (custo por mil) registraram alta 31,2% desde 2019, o maior percentual em mais de duas décadas. Em 2022, […]
Telegram sai do ar no Brasil após não cumprir pedido da PF
O Telegram saiu do ar nesta quarta-feira (26). O aplicativo deixou de enviar e receber mensagens no país após uma ordem judicial para as operadores de telefonia como Oi, Vivo, Claro e Tim. O Google e a Apple também foram incluídos no pedido, já que possuem lojas de aplicativos.   Segundo o g1, a queda […]

Receba a newsletter no seu e-mail