Home / Vinte e seis agências disputam licitação da Secom

Vinte e seis agências disputam licitação da Secom

Fonte: meio&mensagem

21 de fevereiro de 2017

Começou nesta segunda-feira, dia 20, a licitação para escolha de agências de publicidade da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Vinte e seis agências se apresentaram para participar da disputa: Agnelo, Agência Plá, Ampla, Arcos, Artplan, AV Comunicação, Bees, Box, Calia, CCZ, Costa Publicidade e Propaganda, DPZ&T, Fields, Fischer, Giacometti, Heads, Leo Burnett Tailor Made, Multi Solution, NBS, Nova/SB, Perfil 252, Propeg, Publicis, RC, Rino e Y&R.

A Secom irá escolher três agências para dividirem verba de R$ 208 milhões anuais. Atualmente, a conta está com Leo Burnett Tailor Made, Nova/SB e Propeg.

A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e a Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) chegaram a pedir a impugnação da licitação à Secom, mas o pedido das duas entidades foi julgado improcedente. As duas entidades alegavam que o edital impõem as vencedoras “encargos e reduções de remuneração que inviabilizam a prestação de serviços, tornando o contrato inexequível”. Para a Abap e a Fenapro, cláusulas do edital da Secom contrariam as leis que regem a remuneração das agências e as normas-padrão da atividade expressas pelas regras do Cenp.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Projeto Entre ganha programa de mentoria do Publicis Groupe
A terceira edição do projeto Entre, curso de capacitação e desenvolvimento de jovens criativas da Publicis Brasil, incluiu na sua grade sessões de mentoria com profissionais das agências Leo Burnett Tailor Made, Talent Marcel, One e da própria Publicis.Leia Mais
Quais são os desafios da publicidade em 2021?
Profissionais do mercado falam sobre os principais obstáculos a serem superados pelas agências e clientes em 2021. Para Eduardo Simon, CEO da DPZ&T e vice-presidente da ABAP, será essencial unir entretenimento e performance. “O grande desafio, portanto, é construir relevância antes de vender e, para isso, as marcas precisam aprender a entreter”, diz.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail