Home / Número de negros na publicidade não reflete a população brasileira

Número de negros na publicidade não reflete a população brasileira

Fonte: Cultura

25 de fevereiro de 2022

Mercado da comunicação e a representatividade foi o tema do Estação Livre

O Estação Livre questionou o mercado da comunicação sobre a representatividade e diversidade nos setores da mídia e da publicidade.

Apesar do aumento de negros nos comerciais e na televisão, o número ainda não corresponde aos 56% da população brasileira.

O programa conversou com a publicitária Renata Hilário para entender como esse problema está sendo solucionado.

Renata explicou que os números estão melhorando. Em 2015, apenas 3% das campanhas publicitárias na televisão tinham mulheres negras. Em 2020, essa parcela subiu para 22% e a população negra em geral nas telinhas foi de 1% para 7%. Porém, para a publicitária, “ainda é muito pouco”.

“Tanto o mercado, quanto a televisão, tem despertado para essa importância. É inteligente e é estratégico, mas acho importante citar também esse despertar por trás das câmeras. É importante que se tenha uma equipe preta. Isso tem mudado a passos lentos, mas a gente já vê desdobramento e espera que isso aumente”, contou Renata.

Ela ainda afirma que a publicidade tem o potencial para mudar pensamentos na sociedade.

“Ela marca épocas e hábitos. Se o consumidor preto se sentir representado, isso também pode contribuir”, completou a publicitária.

O programa Estação Livre é apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres, considerada pela revista Forbes uma das criadoras de conteúdo mais inovadoras de 2020. Feita por uma maioria de mulheres pretas, a atração tem a missão de valorizar a cultura negra, a rica diversidade do Brasil e trazer a sociedade para repensar e ajudar a reconstruir um país mais justo para todos.

Confira matéria na Cultura

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Pirataria desvia R$ 2 bi de impostos por ano, calcula ABTA
Estimativa divulgada pela ABTA, com base em dados da Anatel e do IBGE, é de que danos totais da pirataria de TV por assinatura, incluindo sobre as empresas que operam o serviço de forma legal, chegam a R$ 15,5 bilhões.Leia Mais
Pesquisa: 80% dos CMOs querem aumentar investimento em IA
Aproximadamente 80% dos chief marketing officers (CMOs) planejam aumentar os investimentos em inteligência artificial e dados em 2024. O resultado faz parte de uma nova pesquisa feita pela Accenture. Esse número é 57% maior do que o registrado na mesma pesquisa, realizada no mesmo período do ano anterior. A inteligência artificial generativa deve receber a […]

Receba a newsletter no seu e-mail