Home / Moraes pede a Lula projeto para regulamentar as plataformas digitais

Moraes pede a Lula projeto para regulamentar as plataformas digitais

Fonte: Veja

10 de novembro de 2022

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral relatou os desafios no combate às fake news e questionou impunidade de empresas como o Google

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, fez um pedido especial ao presidente eleito Lula (PT) durante a visita de cortesia desta quarta-feira, 9.

No encontro realizado no TSE, Moraes relatou o “trabalhão” que a Corte teve durante as eleições deste ano em decorrência do que chamou de ataques ao regime democrático e ao estado de direito, e disse que o tribunal e a sociedade civil devem apresentar um anteprojeto (um estudo ou versão prévia de uma proposta) para regulamentar as plataformas digitais e combater as fake news. O ministro acrescentou que o texto deve ter aval do Executivo. “Fica o pedido”, disse.

Responsável pelo inquérito que apura a propagação de notícias falsas – uma dor de cabeça enorme para Jair Bolsonaro e seus apoiadores -, o ministro ressaltou que o tribunal fez uma resolução específica de combate à desinformação que pode ajudar na elaboração desse projeto de lei. A norma a que fez menção foi aprovada dias antes do segundo turno das eleições, gerou uma série de questionamentos e acabou judicializada no Superior Tribunal Federal, que manteve a resolução. O texto aumenta o “poder de polícia” do TSE e traz uma série de regramentos, entre os quais a proibição da divulgação de fatos sabidamente inverídicos.

Antes do pedido, Moraes lembrou as ações do TSE no combate às fakes news e ao discurso de ódio nos últimos três anos e apresentou um balanço das medidas aplicadas antes das eleições – como, em 36 horas, a retirada de 1,8 milhão de usuários do Telegram.

“Não é possível que essas plataformas sejam consideradas empresas de tecnologia e não de mídia. Só o Google fatura 12 vezes mais que todo o sistema Globo e não é punido em nada, como se nada ocorresse por lá”, disse o presidente do TSE.

Após os apelos, a conversa seguiu, e Lula não comentou sobre os pedidos. Nesta quinta, 10, um dia depois do encontro, o presidente eleito fez uma série de elogios ao presidente do TSE, a quem chamou de “homem de comportamento exemplar” e “orgulho de todo o Brasil”.

Confira matéria na Veja

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Telegram: STF determina que app indique representante no Brasil
O Telegram tem, a partir da tarde desta sexta-feira, 26, um prazo de 24 horas para indicar um representante legal no Brasil. A decisão foi tomada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Super Tribunal Federal (STF) e coloca o aplicativo sob pena de suspensão do funcionamento de suas atividades no Brasil, caso descumpra a determinação. […]
A ética de dados é uma prioridade para nove em cada 10 CMOs, mas metade precisa de ajuda para torná-la realidade
Uma nova pesquisa da WFA descobriu que, embora os CMOs estejam interessados ​​em abordar as preocupações regulatórias e dos consumidores em torno do marketing orientado a dados, a complexidade dos dados e do ecossistema digital está dificultando a identificação das medidas práticas corretas a serem tomadas. A grande maioria dos CMOs (92%) de empresas multinacionais […]

Receba a newsletter no seu e-mail