Home / Maior agência de publicidade do mundo orienta empresas a não anunciarem no Twitter

Maior agência de publicidade do mundo orienta empresas a não anunciarem no Twitter

Fonte: Época Negócios

17 de novembro de 2022

Entre os clientes da GroupM, maior anunciante do Twitter nos EUA, estão companhias como Google, L’Oréal, Bayer, Nestlé, Unilever, Coca-Cola e Mars

Twitter pode ter muitas dificuldades em conseguir receita com publicidade nos próximos meses. A GroupM, parte do WPP, a maior agência de publicidade do mundo – e também a maior anunciante do Twitter – está dizendo aos seus clientes que comprar anúncios na plataforma é um comportamento de alto risco, diz o The Verge.

Com isso, agora são três grandes agências aconselhando as grandes corporações a levar seu dinheiro para outro lugar: além da GroupM, IPG e Omnicom Media Group também recomendaram suspender os anúncios na plataforma. A GroupM trabalha com empresas como Google, L’Oréal, Bayer, Nestlé, Unilever, Coke e Mars.

Segundo o The Verge, a GroupM está preocupada com os fatos que se sucederam à compra da rede social por Elon Musk: o grande número de executivos deixando a empresa ou sendo demitidos (especialmente aqueles responsáveis por segurança, privacidade e governança), a onda de contas falsas usando o selo de verificação e a possível dificuldade da empresa para seguir as determinações da Federal Trade Commision.

Se o Twitter quiser sair da categoria de alto risco, algumas coisas precisam ser feitas, segundo a agência. A lista inclui contratação de novos executivos para TI, Privacidade, Confiança e Segurança; transparência sobre planos que vão afetar a segurança do usuário ou da marca, incluindo mudanças de regras para os usuários e políticas de moderação de conteúdo; um compromisso com o controle e moderação dos posts da plataforma.

Em outras palavras, o que a agência está dizendo é que as companhias não querem colocar anúncios em plataformas onde suas mensagens podem aparecer ao lado de discursos de ódio, teorias da conspiração e perfis falsos. O GroupM não respondeu os pedidos do The Verge para comentar, e o Twitter não tem mais um departamento de comunicação.

Confira matéria na Época Negócios

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

5ª e 8ª câmaras votaram cinco representações
O Conselho de Ética voltou a reunir-se na manhã de hoje, em sessão conjunta das suas 5ª e 8ª Câmaras, que têm sede em Porto Alegre e Recife. Confira o resultado: Representação Nº 147/22, “Burger X Brasil – É foda! Muito bom e barato”. Resultado: sustação agravada por advertência ao anunciante, por unanimidade. Representação Nº […]
Influenciadores e publicidade infantil: avanços e caminhos
Artigo de Luciano Benetti Timm, ex-secretário Nacional do Consumidor/MJSP e professor de Direito e Economia da FGVSP, e Leonardo Benedetti, advogado e mestrando em Direito Civil pela Universidade de Lisboa, comenta o Guia de Orientação de Publicidade por Influenciadores Digitais do Conar e a Portaria da Senacon que trata da publicidade direcionada a crianças. 

Receba a newsletter no seu e-mail