Home / Maior agência de publicidade do mundo orienta empresas a não anunciarem no Twitter

Maior agência de publicidade do mundo orienta empresas a não anunciarem no Twitter

Fonte: Época Negócios

17 de novembro de 2022

Entre os clientes da GroupM, maior anunciante do Twitter nos EUA, estão companhias como Google, L’Oréal, Bayer, Nestlé, Unilever, Coca-Cola e Mars

Twitter pode ter muitas dificuldades em conseguir receita com publicidade nos próximos meses. A GroupM, parte do WPP, a maior agência de publicidade do mundo – e também a maior anunciante do Twitter – está dizendo aos seus clientes que comprar anúncios na plataforma é um comportamento de alto risco, diz o The Verge.

Com isso, agora são três grandes agências aconselhando as grandes corporações a levar seu dinheiro para outro lugar: além da GroupM, IPG e Omnicom Media Group também recomendaram suspender os anúncios na plataforma. A GroupM trabalha com empresas como Google, L’Oréal, Bayer, Nestlé, Unilever, Coke e Mars.

Segundo o The Verge, a GroupM está preocupada com os fatos que se sucederam à compra da rede social por Elon Musk: o grande número de executivos deixando a empresa ou sendo demitidos (especialmente aqueles responsáveis por segurança, privacidade e governança), a onda de contas falsas usando o selo de verificação e a possível dificuldade da empresa para seguir as determinações da Federal Trade Commision.

Se o Twitter quiser sair da categoria de alto risco, algumas coisas precisam ser feitas, segundo a agência. A lista inclui contratação de novos executivos para TI, Privacidade, Confiança e Segurança; transparência sobre planos que vão afetar a segurança do usuário ou da marca, incluindo mudanças de regras para os usuários e políticas de moderação de conteúdo; um compromisso com o controle e moderação dos posts da plataforma.

Em outras palavras, o que a agência está dizendo é que as companhias não querem colocar anúncios em plataformas onde suas mensagens podem aparecer ao lado de discursos de ódio, teorias da conspiração e perfis falsos. O GroupM não respondeu os pedidos do The Verge para comentar, e o Twitter não tem mais um departamento de comunicação.

Confira matéria na Época Negócios

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Marketplaces terão que mudar propagandas sobre “entrega mais rápida do país”
Propagandas sobre velocidade de entrega da Americanas.com, Magazine Luiza e Mercado Livre foram analisadas pelo Conar, que pediu alterações.
Marcia Esteves é a convidada do próximo webinar do Brazilian Advertising Group
Marcia Esteves, CEO e Sócia da Lew’Lara\TBWA e diretora da ABAP, é a convidada do BRAG – Brazilian Advertising Group para um bate-papo sobre o papel da publicidade brasileira na construção de marcas internacionais. A Live “Do Brasil para o Brazil – A Propaganda Brasileira Construindo Marcas Internacionais” acontece no dia 10/12, às 19h, via […]

Receba a newsletter no seu e-mail