Home / Lei das fake news pode ser garantia de processo democrático sem riscos

Lei das fake news pode ser garantia de processo democrático sem riscos

Fonte: CNN

12 de abril de 2022

A Câmara dos Deputados rejeitou o pedido para que o projeto de Lei das Fake News avançasse e fosse votado com urgência no Plenário da Casa. O texto criminaliza o disparo em massa de notícias falsas, entre outras regras.

A proposta está em debate entre os deputados desde 2020. A proposta também prevê que empresas com mais de 10 milhões de usuários ficariam obrigados a manter um representante legal no país para responder à Justiça, caso necessário.

Alguns pontos da nova lei, como a criminalização das fake news, passariam a valer imediatamente após a sua aprovação. Com isso, eles teriam efeitos sobre os candidatos já nas eleições de outubro.

Para explicar mais detalhes do projeto se ele deve ser colocado em votação em breve participa deste episódio Pedro Teixeira, repórter da CNN Brasil em Brasília. O pesquisador do Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação da FGV Direito São Paulo, João Pedro Favaretto, fala sobre o risco das fake news para o processo democrático.

Confira matéria na CNN

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Operadoras buscam equilíbrio na TV linear por streaming
O serviço de TV linear por streaming traz lados positivos, especialmente pela redução da carga regulatória com o entendimento da Anatel de que não se trata de serviço de acesso condicionado (SeAC), a TV por assinatura. A forma de oferta de conteúdo de forma passiva (em relação ao vídeo on-demand) ao cliente ainda é importante, especialmente com a fragmentação […]
Entidades de publicidade opinam sobre regras do teletrabalho
No mês passado, foi aprovado no Senado um projeto de lei de conversão – ou seja, uma alteração na Medida Provisória (MP) 1.108/2022 – que regulamenta o teletrabalho e altera as regras do auxílio-alimentação. Para que passe a valer, de fato, o projeto ainda precisa da sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro. Depois de […]

Receba a newsletter no seu e-mail