Home / Lei das fake news pode ser garantia de processo democrático sem riscos

Lei das fake news pode ser garantia de processo democrático sem riscos

Fonte: CNN

12 de abril de 2022

A Câmara dos Deputados rejeitou o pedido para que o projeto de Lei das Fake News avançasse e fosse votado com urgência no Plenário da Casa. O texto criminaliza o disparo em massa de notícias falsas, entre outras regras.

A proposta está em debate entre os deputados desde 2020. A proposta também prevê que empresas com mais de 10 milhões de usuários ficariam obrigados a manter um representante legal no país para responder à Justiça, caso necessário.

Alguns pontos da nova lei, como a criminalização das fake news, passariam a valer imediatamente após a sua aprovação. Com isso, eles teriam efeitos sobre os candidatos já nas eleições de outubro.

Para explicar mais detalhes do projeto se ele deve ser colocado em votação em breve participa deste episódio Pedro Teixeira, repórter da CNN Brasil em Brasília. O pesquisador do Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação da FGV Direito São Paulo, João Pedro Favaretto, fala sobre o risco das fake news para o processo democrático.

Confira matéria na CNN

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Empresas se unem contra monopólio das lojas de aplicativos
Epic Games, Spotify, Deezer, ProtonMail, Match Group (dos aplicativos Tinder e Hinge) num total de 13 empresas, formaram a Coalition for App Fairness, um movimento que pretende fazer frente ao monopólio das lojas de aplicativos de Google e Apple. Leia Mais
Anúncios ‘como vistos na TV’ fortalecem a percepção da marca (em inglês)
A publicidade em TV oferece o dobro de percepção de qualidade e popularidade do que a publicidade em mídias sociais, de acordo com pesquisa da house51, realizada no Reino Unido para a Thinkbox. O estudo também sugere que a TV aciona os “sinais” mais fortes em todas as categorias e públicos.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail