Home / Iniciativa inédita no país leva a conversa sobre jornalismo para a sala de aula

Iniciativa inédita no país leva a conversa sobre jornalismo para a sala de aula

Fonte: Instituto Palavra Aberta

14 de setembro de 2021

Objetivo é promover debates sobre o papel da imprensa nas escolas

O exercício da liberdade de imprensa e a valorização do jornalismo profissional se tornam, a cada dia, mais fundamentais para os atuais desafios que vivemos, e, por isso, são temas que devem estar no cotidiano de todo cidadão. É com o objetivo de levá-los à pauta, inclusive nas escolas e entre crianças e adolescentes, que acontece em 2021 a 1ª Semana da Imprensa no Brasil, realizada pelo jornal Joca, com correalização da Jeduca – Associação de Jornalistas de Educação e do Instituto Palavra Aberta, além do apoio de associações de jornalistas e mídias de todo o país.

Até o fim de outubro, escolas e educadores contam com diversos recursos e conteúdos gratuitos disponíveis no site da Semana da Imprensa para trabalhar com seus estudantes temáticas relacionadas ao jornalismo, educação midiática, entre outras. O objetivo é informar e aproximar crianças e adolescentes brasileiros do jornalismo e dos profissionais dos principais veículos do país, a quem os realizadores também convidam a participar da iniciativa, a fim de dialogar sobre o papel da imprensa.

“A Semana da Imprensa no Brasil se propõe a incentivar uma participação mais ativa dos jovens e crianças na sociedade, incluindo-os ativamente no debate. A ideia é que eles possam compartilhar e comentar notícias, aprendendo a buscar fontes confiáveis e a se proteger de rumores ou notícias falsas (fake news)”, afirma Stéphanie Habrich, fundadora do jornal Joca.

A ideia é constituir uma iniciativa que una estudantes, educadores e jornalistas preocupados com a formação de leitores mais conscientes e críticos do enorme volume de informações em circulação na atualidade. “A Semana da Imprensa é uma iniciativa que convida os jornalistas e estudantes de comunicação a dialogarem com o público das escolas sobre o que é o jornalismo profissional, como ele é produzido e a sua importância. E também, claro, a escutarem a opinião de alunos e professores sobre como eles têm visto o papel da imprensa na sociedade atual”, diz Antônio Gois, diretor da Jeduca.

No site da 1ª Semana da Imprensa no Brasil, confira alguns materiais já disponíveis gratuitamente para quem quiser se engajar – como jornalistas, educadores ou estudantes: semanadaimprensa.com.br.

O projeto é inspirado na iniciativa homônima que acontece na França há mais de 30 anos. Em 2019, participaram quase 4 milhões de crianças e adolescentes de cerca de 18 mil instituições de ensino francesas e 230 mil professores. A semana da imprensa francesa contou com 1.810 parceiros da mídia.

Eventos da Semana da Imprensa

A primeira edição da iniciativa brasileira culminará em uma série de eventos que serão realizados entre 25 e 31 de outubro, junto com a Global MIL Week (UNESCO), semana dedicada a ações globais com foco em educação midiática e informacional. A ideia é que, com o contato e as informações levadas diretamente às escolas sobre o fazer jornalístico, os estudantes sejam estimulados a uma reflexão sobre o conteúdo, a imprensa e seu papel.

“A defesa da democracia pressupõe cidadãos e cidadãs bem informados e conscientes sobre seus direitos, incluindo a liberdade de expressão e de imprensa. Só conseguiremos fortalecer o ecossistema democrático e o papel desempenhado pelo jornalismo se, de fato, levarmos esse debate para dentro da escola, envolvendo educadores, crianças e jovens”, declara Patricia Blanco, presidente do Instituto Palavra Aberta.

Alguns dos convidados confirmados para o evento são: o jornalista Felipe Andreoli, que falará sobre a experiência da cobertura da Olimpíada de Tóquio na mesa temática “Jornalismo na Prática”; e a apresentadora Petria Chaves, que vai conversar sobre a importância de uma imprensa livre para uma sociedade democrática, na mesa temática “Liberdade de Imprensa”. Outros nomes serão anunciados em breve.

Educadores de Ensino Fundamental e Médio também serão contemplados com um evento de compartilhamento de práticas sobre Educação Midiática durante a Semana da Imprensa.

Participação de jornalistas na iniciativa

É sempre importante reafirmar que sem uma imprensa fortalecida, independente e livre não há democracia. São os meios de comunicação qualificados que asseguram o direito à informação, fiscalizam os poderes constituídos e fortalecem a cidadania. Portanto, a Semana da Imprensa pretende desempenhar um papel relevante na formação de crianças e jovens para a valorização da imprensa e, com isso, o fortalecimento da liberdade de expressão e da democracia. E, para isso, a ideia é estimular o envolvimento ativo de jornalistas e veículos ao longo do semestre.

A participação pode se dar por meio da divulgação dos recursos e eventos da Semana ou disponibilizando-se para palestras e debates em escolas – em formato on-line ou presencial – caso possível por conta da pandemia da covid-19, por exemplo. Aqueles que tiverem interesse em contribuir com a iniciativa podem escrever para a organização pelo formulário disponível no site: semanadaimprensa.com.br/contato.

Apoiando a iniciativa estão as associações: ABAP, Abert, Aner, Abraji e ANJ. Também participam como parceiros da Semana da Imprensa o Instituto GRPCOM, as publicações Nesta e Quero na Escola.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Big techs sofrem pressão por práticas anticompetitivas também nos EUA
As big techs sofrem pressão por práticas anticompetitivas também nos EUA. Apple, Amazon, Alphabet (Google) podem ser impedidas de dar preferência a seus próprios negócios em suas plataformas no país, se um projeto de lei com esta temática for aprovado no Congresso. Nesta terça-feira, 29, o Departamento de Justiça sinalizou que apoiaria a proposta de […]
Agência de privacidade da UE quer mais regras para travar gigantes tecnológicas dos EUA
A Autoridade Europeia para a Proteção de Dados apoiou as propostas para a Lei dos Mercados Digitais e a Lei dos Serviços Digitais e sugeriu mais mecanismos para aumentar os direitos de privacidade dos usuários.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail