Home / Veículos de imprensa se unem contra fake news nas eleições de 2022

Veículos de imprensa se unem contra fake news nas eleições de 2022

Fonte: UOL

8 de fevereiro de 2022

A iniciativa é inédita para as eleições presidenciais da França. Cerca de 21 veículos de imprensa do país uniram forças no programa de combate à desinformação chamado “Objectif Désinfox”. Anunciado em dezembro pela agência AFP e pelo Google da França, o programa tem por objetivo combater as chamadas fake news durante a campanha presidencial e as legislativas de 2022 no país.

Coordenada “em total independência pela agência AFP, com o apoio da Google France, a medida pretende combater a desinformação em várias frentes”. O trabalho de verificação realizado pelos diversos meios de comunicação parceiros será visível nos “perfis dedicados à operação nas redes sociais”.

O público poderá “denunciar declarações de um candidato diretamente ou nas publicações que circulam nas redes sociais”, além de poder denunciar informações falsas em circulação nas redes.

“Dentro desta coalizão de imprensa, aberta até junho a todas as redações francesas, as mídias parceiras unirão forças para combater as fake news, checar fatos e responder aos pedidos de verificação do público em geral”, afirmam os meios de comunicação que participam da iniciativa, em comunicado de imprensa publicado nesta terça-feira (8).

A coligação “Objectif Désinfox” foi lançada em 6 de dezembro e reúne, entre outros veículos, os canais de TV Arte, BFMTV, Euronews, France24, TF1 e TV5 Monde, bem como as rádios RFI, RMC e RTL, alguns dos maiores representantes da imprensa nacional francesa. O Instituto Nacional de Estudos Demográficos (INED) também se associou à iniciativa “como parceiro acadêmico”.

A “luta contra a desinformação é uma missão de toda a equipe editorial”, disse o CEO da AFP, Fabrice Fries, citado no comunicado de imprensa. “A crise da Covid-19, tal como a intensidade da campanha presidencial, sobretudo nas redes sociais, demonstra a necessidade de todos os meios de comunicação se unirem para combater a desinformação que ameaça os alicerces de nossas democracias”, acrescentou Thierry Thuillier, vice-diretor de informação do Grupo TF1.

Treinamento

“Todos os anos, o Google treina milhares de jornalistas em ferramentas digitais, em particular em tecnologias úteis para verificar informações online”, explica Sébastien Missoffe, diretor-geral do Google France. Ele sublinhou que esta parceria com a AFP permite “ampliar a formação” desses profissionais.

Em novembro, o Google e a AFP chegaram a um acordo para remunerar por cinco anos o conteúdo da agência de imprensa divulgado pela gigante americana em toda a União Europeia. Esta foi a primeira parceria firmada por uma agência de imprensa sob direitos conexos aos direitos autorais, uma diretiva europeia que a França foi o primeiro país a transformar em lei, em 2019.

Confira matéria no UOL

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Conteúdos confiáveis elevam em 10% a intenção de compra
Estudo “A Influência do Contexto”, realizado pelo Twitter e IPG Mediabrands, mostra que conteúdos confiáveis podem gerar incremento de 10% na intenção de compra, podendo chegar a 12% com base na qualidade do contexto em que o produto está inserido. Leia Mais
A Apple triplica a receita de publicidade com uma técnica perfeita: derrubar seus rivais
A plataforma própria de publicidade da Apple tem crescido dramaticamente nos últimos meses após a empresa limitar a coleta de dados de seus concorrentes nos dispositivos iOS.

Receba a newsletter no seu e-mail