Home / Facebook nega mais uma vez que vende dados pessoais de usuários para empresas de publicidade

Facebook nega mais uma vez que vende dados pessoais de usuários para empresas de publicidade

Fonte: Olhar Digital

8 de setembro de 2021

O Facebook ficou marcado nos últimos anos por críticas por conta da privacidade na plataforma e acusações de que vende dados pessoais de usuários para empresas de marketing e publicidade. Agora, mais uma vez, a gigante negou o fato e disse que investe em ferramentas para garantir a segurança e o sigilo das informações das contas.

Nesta quarta-feira (8), o diretor de privacidade e políticas da gigante das mídias sociais, Steve Satterfield, disse que a empresa se esforça para acabar com o mito de que vende dados pessoais para anunciantes. “Não vendemos os dados das pessoas. Nunca vendemos”, explicou.

Facebook e publicidade

Ainda segundo o gerente, em alguns locais do mundo a plataforma ainda é acusada de vender dados de usuários. A declaração foi feita durante uma coletiva de imprensa sobre uma nova legislação criada na Austrália para direcionar o uso de informações pessoais pelas redes sociais e que ainda segue em discussão.

Satterfield também disse que há muitas mentiras sendo ditas sobre o Facebook ser contra leis que protegem a privacidade. “Na verdade, é exatamente o oposto. Somos vocacionalmente pró-regulamentação, inclusive em relação à privacidade”, disse explicou.

“É realmente difícil construir serviços globais para acomodar as leis de casos individuais, ou no meu caso, em estados [dos EUA]”, disse Satterfield. “Eu diria que são essas duas coisas: é um investimento de nível executivo e responsabilidade – e eu incluo nosso CEO Mark Zuckerberg – e investimento técnico em privacidade.”, completou ainda.

Confira a matéria no Olhar Digital.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Um novo olhar para a publicidade digital
Um novo olhar para publicidade digital, levantamento da Kantar Ibope Media, mostrou que houve um aumento de investimento publicitário no digital, neste segundo semestre, em 18 dos 26 setores monitorados. Já entre os internautas, 72% passaram a consumir pelo menos uma nova categoria de produtos ou serviços online.Leia Mais
Balanço Conar: 15 cases analisados nos últimos dias
O Conselho de Ética do Conar realizou três sessões nos últimos dias e analisou quinze representações, entra elas, cases da Hering, McDonald’s, Arezzo e P&G.  Sessão virtual conjunta das 3ª e 4ª Câmaras do Conselho de Ética do Conar, sediadas no Rio e em Brasília, debateu e votou cinco representações na manhã de 21 de maio. […]

Receba a newsletter no seu e-mail