Home / El Ojo abre inscrições para +Mulheres 2021

El Ojo abre inscrições para +Mulheres 2021

Fonte: Propmark

25 de agosto de 2021

Premiação criada pelo festival em 2019 reconhece o papel das mulheres na indústria criativa ibero-americana

Marcado para acontecer entre os dias 23 e 25 de novembro, o El Ojo de Iberoamérica abriu as inscrições para o +Mulheres. O prêmio, criado em 2019, tem o objetivo de estimular a diversidade e a representatividade nas equipes criativas e na realização de conteúdo audiovisual que contribua para uma visão mais ampla da realidade.

Segundo a organização da premiação, a participação neste prêmio é gratuita e sem nenhum custo para as peças que já tenham sido inscritas em algum dos diferentes prêmios da edição 2021 do Festival e que tenham mulheres em posições relevantes indicadas para este reconhecimento.

Este prêmio somará pontos para o El Ojo no Desempenho pela Iberoamérica e também no Desempenho Local: Melhor Agência, Agência Independente, Diretora de Criação, Produtora, Realizadora e Rede de Comunicação da Iberoamérica.

O prêmio +Mulheres está dividido em duas categorias: no +Mulheres Criativas, podem participar aquelas peças, ideias, campanhas ou cases que contém uma ou mais mulheres em postos de liderança na área criativa; já no + Mulheres Realizadoras, só poderão participar peças, ideias, campanhas ou cases que tenham uma ou mais mulheres em postos relativos à direção da peça e que seu papel seja relevante.

Confira a matéria no Propmark.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Regulamentação das plataformas sim, da internet não
O avanço do poder das empresas de tecnologia e a inadequação da atual governança e regulamentação digital tem preocupado os reguladores. Desde a moderação de conteúdo e suas implicações para a liberdade de expressão e a manipulação da opinião, individual e pública, às questões tributárias e de infrações à ordem econômica e às políticas concorrenciais.Leia […]
Senacon dá 15 dias para Facebook e WhatsApp explicarem partilha de dados
A Senacon, vinculada ao Ministério da Justiça, notificou o Facebook e o WhatsApp com pedidos de esclarecimentos para entender a extensão do compartilhamento de dados e porque a nova política de privacidade terá validade no Brasil, mas não na Europa. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail