Home / Como a União Europeia pode mudar o uso da internet no mundo todo

Como a União Europeia pode mudar o uso da internet no mundo todo

Fonte: Olhar Digital

21 de agosto de 2023

As grandes empresas da tecnologia estão se preparando para começar a agir de acordo com as novas regras de tecnologia da União Europeia que entrarão em vigor nos próximos meses.

Ainda que a legislação se aplique apenas na Europa, seus efeitos poderão ser notados globalmente. Isso porque, conforme observa o Wall Street Journal, os regulamentos da UE servem como modelo para outros países e costumam fazer com que as empresas de tecnologia implementem mudanças em todo o mundo.

No Brasil, por exemplo, o Projeto de Lei 2630/2020, popularmente chamado de PL das Fake News, se inspirou na Lei de Serviços Digitais da UE, sendo citada algumas vezes no texto do relator Orlando Silva (PCdoB-SP).

O que é exigido pelas novas leis?
  • Em julho de 2022, o Parlamento Europeu aprovou duas leis, sendo uma focada em práticas anticompetitivas e outra referente a conteúdo ilegal na União Europeia;
  • A Lei dos Mercados Digitais (DMA, na sigla em inglês) visa impedir que as companhias forcem o usuário a usar ou consumir apenas os produtos de suas plataformas;
  • A lei também impõe restrições sobre o uso dos dados pessoais de usuários, exigindo que as plataformas solicitem consentimento sobre seu uso para rastreamento de atividades com fins de publicidade;
  • Também é exigido que as empresas possibilitem a remoção de aplicativos que vem pré-instalados com os dispositivos;
  • A DMA já está em vigor. Mas, a partir de 2024, as grandes empresas serão obrigadas a cumprir as regras;
  • Já a Lei de Serviços Digitais (DSA) impõe que as big techs regulem conteúdos ilegais dentro de suas plataformas e deem ao usuário uma forma de registrar reclamações;
  • A DSA propõe que as plataformas sejam mais transparentes sobre a forma como moderam e intermedeiam as informações online;
  • Em caso de descumprimento das leis, as multas podem chegar a até 20% da receita mundial anual da empresa, em casos extremos de violação.
Big techs começam a trabalhar para cumprir as regras

Com a obrigação de cumprimento das novas regras se aproximando, as empresas já estão trabalhando para se adequar às leis:

  • O Google está trabalhando em uma nova tela de escolha para navegadores de smartphones, permitindo que os usuários escolham outro navegador além o Chrome;
  • A Apple desenvolve uma nova maneira de instalar aplicativos fora da App Store;
  • A Meta está construindo ferramentas que notificam os usuários e permitem que eles recorram quando seus conteúdos se tornam menos visíveis nas redes sociais da empresa;
  • A Amazon apresentou um novo canal para os clientes sinalizarem produtos e conteúdos ilegais e passou a dar mais informações sobre os vendedores terceirizados de sua plataforma;
  • O TikTok anunciou que dará aos usuários uma opção de feed que mostra conteúdos com base na popularidade local, ao invés de usar os dados para personalizar a linha do tempo

Confira matéria no Olhar Digital

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

ABAP reconduz diretoria nacional visando continuidade de grandes projetos para o setor
A ABAP reconduziu na última quarta-feira, 31 de março, a Diretoria Executiva Nacional para o Biênio 2021/2023. O publicitário Mario D’Andrea foi reeleito presidente nacional e os vice-presidentes Eduardo Simon, Maria Laura Nicotero e Marcos Quintela foram confirmados para mais dois anos à frente da diretoria da entidade. Na ocasião, também foram anunciados os novos integrantes das […]
Inteligência artificial deverá dominar a publicidade digital ao longo do ano
Nos últimos anos, o mundo viveu uma verdadeira revolução digital com a democratização da web e a explosão dos dispositivos móveis. Ambos mudaram a forma de viver o dia a dia como poucas vezes se viu antes na história tanto no trabalho, em casa, no lazer, mas, principalmente, nas relações sociais. Hoje, os encontros presenciais […]

Receba a newsletter no seu e-mail