Home / Abert: “não se pode discutir comunicação social sem falar dos efeitos da Internet no mercado”

Abert: “não se pode discutir comunicação social sem falar dos efeitos da Internet no mercado”

Fonte: Tela Viva

11 de junho de 2021

Em evento online organizado pelo Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom) da Universidade de Brasília (Unb), o diretor-geral da Abert, Cristiano Flores, defendeu que no atual cenário do setor da comunicação no Brasil e no mundo, é preciso discutir as regras para a área de maneira macro, observando como o ambiente da internet alterou o ecossistema do mercado de radiodifusão, jornais e revistas. Leia Mais

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Público aponta TV como meio mais confiável para se informar sobre o coronavírus, mostra pesquisa (vídeo)
Segundo pesquisa da Kantar Ibope Media, para 79% dos entrevistados, a TV é o meio mais confiável para se informar sobre o coronavírus, e 77% apontaram os telejornais como a principal fonte de informação a respeito da doença.Leia Mais
16 agências participam de licitação pela conta da Sabesp
A Sabesp recebeu esta semana as propostas das agências interessadas em participar do processo licitatório que escolherá seis agências. 16 agências enviaram suas propostas: Adag, Artplan, Babel, Berghtoledo, E3, Lew’Lara\TBWA, Lua, Nacional, Nova/SB, Octopus, Ogilvy, Propeg, RP, Vivas, WMcCann e Z515. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail