Home / 80% das agências apontam estabilidade ou crescimento de receita no primeiro semestre

80% das agências apontam estabilidade ou crescimento de receita no primeiro semestre

Fonte: Propmark

4 de setembro de 2023

O ano de 2023 não será igual ao que passou. Pelo menos é o que aponta a pesquisa “VanPro”, realizada pela Fenapro em parceria com sindicatos regionais (Sinapros) em julho deste ano. Considerada termômetro das principais tendências do negócio da propaganda no país, a análise ouviu profissionais de 354 agências de 20 estados e do Distrito Federal.

Segundo o estudo “Visão de Ambiente de Negócios”, realizado desde 2017, uma das conclusões é que 80% das agências apontaram estabilidade ou crescimento de receita (valor recebido, excluídos os investimentos dos anunciantes), sendo que 27,5% cresceram mais de 30% no primeiro semestre de 2023 em comparação ao mesmo período de 2022”. Para 35% da amostra, houve estabilidade do faturamento no primeiro semestre e 20% contabilizaram perdas em relação aos primeiros seis meses do ano passado.

“As agências que ampliaram sua receita no 1º semestre de 2023 foram 45% das entrevistadas, e, entre estas, a maior parte, ou seja, 60% (o equivalente a 27,5% do total das entrevistadas), tiveram um aumento da receita entre 10% e 30%, enquanto 23% (ou 10,3% do total) cresceram mais de 30%, e 16%, menos de 10%.

A pesquisa mostra ainda que 35% das empresas apontaram estabilidade do faturamento, e 20% tiveram perda na comparação com o primeiro semestre de 2022. Entre as que tiveram queda, em 33% delas (ou 6,6% do total), as perdas foram superiores a 30% do faturamento”, detalha comunicado das entidades, que elenca mais dados: “A percepção dos entrevistados sobre o futuro foi próxima ao identificado na pesquisa realizada em março de 2023, relativa ao desempenho do ano de 2022.  A quantidade que apontou as perspectivas  para o futuro de sua empresa como boas ou muito boas ficou em 66% (em comparação com 65% na última sondagem).

Os que apontam como ruim, muito ruim ou possibilidade de interromper as atividades diminuíram de 7% para 5%, e os que não conseguem prever, diminuíram de 3% para 2%. Já os que apontaram previsão estável subiram de 25% para 27%”.

Além dos números, a “VanPro” também observou avanço do uso da inteligência artificial. “Ferramentas de automação e IA no trabalho criativo apresentam excelentes avanços, com quase 2/3 das agências já utilizando este tipo de tecnologia para apoiar as entregas criativas”, atesta o ecossistema formado pela Fenapro e Sinapro. “Esse número dobrou em relação às respostas da sondagem feita há apenas seis meses, em que 31% já tinham implantado e outros 33% pretendiam implantar. Entretanto, agora há outros 17% adicionais que pretendem implantar essas tecnologias ainda em 2023, podendo elevar esse número para 80% das agências ao fim do ano”, destaca Ana Celina Bueno, diretora da Fenapro, sobre crescimento das ferramentas de automação na publicidade.

“Sobre a aplicação de ferramentas de automação e IA no trabalho criativo como ChatGPT e DALL-E, a pesquisa apontou que 63% das agências ouvidas já adotaram tais recursos, mais do que o dobro da pesquisa anterior (31%), e 17% pretendem implantá-los ao longo de 2023. Por outro lado, 11% não pretendem utilizar ferramentas de automação e IA no trabalho criativo (1/3 da proporção apontada na pesquisa anterior) e 9% pretendem utilizar estas tecnologias a partir de 2024”, prossegue a análise da “VanPro”.

Sobre o perfil de receita anual das empresas entrevistadas, explicam a Fenapro e o Sinapro, “a maior frequência é de agências de até R$ 1 milhão de receita, representando cerca de 34% das entrevistadas. Aproximadamente 29% do conjunto dos participantes da sondagem tem receita anual entre R$ 1 milhão e R$ 3 milhões; 13%, entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões; e 12%, entre R$ 5 milhões e R$ 10 milhões. As empresas com receita anual superior a R$ 10 milhões representaram 12% dos respondentes”.

Confira matéria no Propmark

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Manual lista “boas práticas” para propaganda com influenciadores
Profissionais de agências com foco em influenciadores falam sobre a importância do “Guia de Publicidade por Influenciadores Digitais” do Conar para garantir a transparência e reforçar o profissionalismo dos influencers. Leia Mais
Confira a edição do CENP em Revista de março-abril
O CENP em Revista de março-abril destaca a ampliação da participação de líderes de marketing e comunicação nos Conselhos Superior e de Ética e também os dados do CENP-Meios de 2020, acompanhados de comentários de presidentes das ABAPs Estaduais e dos Sinapros. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail