Home / 1ª Câmara abre reuniões de maio

1ª Câmara abre reuniões de maio

Autoria: Conar

6 de maio de 2022

O Conselho de Ética iniciou na manhã de hoje, por meio da sua 1ª Câmara, as sessões virtuais de julgamento do mês de maio. Confira os resultados:

Representação Nº 015/21, “HW E-Commerce de Bebidas e Acessórios – House Wine” e “House Delivery”. Resultado: alteração por unanimidade.

Representação Nº 064/21, “House Delivery Bebidas – Vinho Verde Casa Garcia”. Resultado: alteração por unanimidade.

Representação Nº 053/22, “Arma de fogo – Áquila Clube de Tiro Prático”. Resultado: sustação por unanimidade.

Representação Nº 057/22, “Bea Distribuidora e Leuriscleia Oficial – Vodka Slova”. Resultado: alteração agravada por advertência à anunciante e influenciadora, por unanimidade.

Representação Nº 058/22, “Engarrafamento Pitu – Cachaça Pitu”. Resultado: alteração agravada por advertência ao anunciante e arquivamento, conforme o questionamento, por unanimidade.

Representação Nº 065/22, “TF4 Musicais – Marisa Orth & Daniel Boaventura em A Família Addams”. Resultado: alteração por unanimidade.

Participaram da reunião de hoje os conselheiros Carlos Namur, Cyd Alvarez, presidente da 1ª Câmara do Conselho de Ética, Daniela Rios, Emmanuel Públio Dias, Marcel Leonardi, Marcelo Benez, Mariana Pimentel, Marlene Bregman, Melissa Vogel, Patricia Picolo, Roberto Nascimento, Silvio Soledade e Vitor Bellote.

Confira no Conar

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

O cenário da publicidade personalizada: eficiência versus privacidade
A publicidade digital está sempre passando por um mar de mudanças. Os anúncios personalizados surgiram como uma ferramenta poderosa para cativar os consumidores. Hoje em dia, marcas e anunciantes têm a capacidade de adaptar as suas mensagens a dados demográficos específicos com base nos seus interesses, rendimentos e comportamento. Este nível de personalização e direcionamento deu origem a […]
PL das Fake News: Google deverá sinalizar como “publicidade” material feito pela empresa contra PL
A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) determinou nesta terça-feira, 2, que o Google sinalize como “publicidade” os conteúdos produzidos e veiculados pela empresa com críticas ao projeto de lei das Fake News. A medida cautelar foi anunciada horas antes pelo ministro da Justiça, Flávio Dino, e pelo secretário Nacional do Consumidor, Wadih Damous, em coletiva de imprensa. De acordo com […]

Receba a newsletter no seu e-mail