Home / YouTube reforça auditoria de dados por terceiros com MRC

YouTube reforça auditoria de dados por terceiros com MRC

Fonte: mei&mensagem

21 de fevereiro de 2017

O Google anunciou, nesta terça-feira, 21, que o Media Rating Council (MRC) irá validar e auditar a coleta de dados realizadas por três empresas para o YouTube. Isso significa que as empresas parceiras Moat, DoubleVerify e Integral Ad Science terão seus relatórios verificados pelo MRC para garantir que seguem as diretrizes do órgão e do Interactive Advertising Bureau (IAB).

Além disso, o Google também pretende que o MRC comece a auditar dados de anúncios veiculados em outros sites, adquiridos por meio das duas principais plataformas de ad tech da companhia, AdWords e DoubleClick. Na prática, essas auditorias incluirão todos os vídeos disponíveis por meio dessas plataformas de compra, incluindo o inventário do YouTube e dos parceiros.

Para realizar essas verificações, o MRC contratou a Ernst & Young. Em comunicado, Babak Pahlavan, diretor sênior de gerenciamento de produtos, soluções de análise e mensuração do Google, explica que a verificação do MRC validará a coleta, agregação e relatório de dados para impressões de vídeo veiculadas, impressões visíveis, estatísticas de visibilidade relacionadas e General Invalid Traffic (GIVT) entre desktop e dispositivos móveis.

Com a mudança, o Google espera que os anunciantes tenham mais confiança nas métricas reportadas por esses parceiros sobre as campanhas veiculadas no YouTube. A iniciativa da companhia ocorre cerca de duas semanas após o Facebook ter anunciado que o MRC passaria a auditar as métricas dos vídeos veiculados na rede social.

A lista de todas as acreditações do MRC podem ser conferidas neste link.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Vinte e seis agências disputam licitação da Secom
Vinte e seis agências se apresentaram para participar da disputa nesta segunda-feira, 20 de fevereiro. A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) selecionará três agências
Itália tem, silenciosamente, se tornado uma das mais prolíficas antagonistas das Big Techs (em inglês)
A autoridade da concorrência da Itália multou a Amazon em 1,13 bilhões de euros no mês passado, a mais recente de muitas sanções contra as Big Techs em 2021. As sanções carregam uma mensagem: os reguladores nacionais tomarão medidas em seus mercados domésticos.

Receba a newsletter no seu e-mail