Home / Twitter é multado em US$ 150 milhões nos EUA por táticas enganosas de publicidade

Twitter é multado em US$ 150 milhões nos EUA por táticas enganosas de publicidade

Fonte: Infomoney

26 de maio de 2022

FTC acusa rede social de permitir que anunciantes usassem número de telefone e e-mail de usuários que haviam sido informados para proteção das contas

A Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) anunciou uma multa ao Twitter (TWTR34) de US$ 150 milhões (mais de R$ 700 milhões na cotação atual) por usar enganosamente os dados de segurança da conta para publicidade direcionada.

O Twitter pediu aos usuários que fornecessem seus números de telefone e endereços de e-mail para proteger suas contas e, em seguida, lucrou ao permitir que os anunciantes usassem esses dados para segmentar usuários específicos, disse a FTC na quarta-feira (25).

A agência disse que as táticas da empresa, que está em processo conturbado de venda para o bilionário Elon Musk, violaram uma ordem de 2011 que proibia explicitamente a empresa de deturpar suas práticas de privacidade e segurança.

Mais de 140 milhões de usuários da rede social forneceram seus números de telefone ou endereços de e-mail entre 2014 e 2019, segundo a queixa apresentada pelo Departamento de Justiça em nome da FTC.

A comissão afirma que o Twitter não mencionou que as informações também seriam usadas para publicidade direcionada e que a empresa está proibida de lucrar com seus dados coletados enganosamente.

A empresa também terá que notificar os usuários que usou indevidamente números de telefone e endereços de e-mail e permitir que os usuários usem outros métodos de autenticação.

Confira matéria no Infomoney

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

72andSunny e Havas vencem Gerety Awards 2020
O Gerety Awards 2020 anunciou a 72andSunny Los Angeles e o Havas, respectivamente, como agência e rede de comunicação do ano. Peças da BETC/Havas São Paulo estão entre os projetos premiados. Também foi anunciado o lançamento do Gerety Talks, uma série de entrevistas que vai ao ar a partir do dia 3 de novembro.Leia Mais
Lira diz que será ‘erro’ se Câmara não aprovar legislação para conter disseminação de fake news
O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta terça-feira (12) achar um “erro” não haver uma legislação aprovada pelo Congresso para conter a disseminação de fake news. Na semana passada, os deputados rejeitaram, por oito votos, a urgência para o projeto de lei que torna crime o financiamento e a promoção em massa dessas notícias falsas por meio […]

Receba a newsletter no seu e-mail