Home / Responsabilidade corporativa em publicidade

Responsabilidade corporativa em publicidade

Autoria: ATC Responsible

23 de fevereiro de 2022

objetivo desta pesquisa é destacar como as agências de publicidade adotam a responsabilidade corporativa como atores econômicos, sociais e ambientais. A informação recolhida será utilizada para criar um referencial de práticas de responsabilidade e um trampolim para mais progressos nesta importante área.

voz da comunidade é essencial. É somente com uma grande participação que teremos um entendimento representativo que será inestimável para toda a comunidade publicitária. 

A pesquisa é desenvolvida pela Nielsen e conduzida pela ACT Responsible com a participação do Conselho Consultivo da ACT . Apelamos a todos os representantes da indústria que desejem juntar-se a nós neste processo para que participem neste projeto de forma a torná-lo o mais abrangente possível.

Em relação à política de privacidade de dados , observe que as respostas individuais e as informações pessoais permanecerão estritamente confidenciais. As respostas específicas não serão associadas a nenhuma agência/rede de agências e os resultados serão publicados apenas em formato agregado.     

Para participar basta acessar Global Surveys Nielsen

Confira detalhes na ATC Responsible

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Senacon e ANPD assinam acordo para proteção de dados do consumidor
A Senacon e a ANPD assinaram um acordo de cooperação técnica com o objetivo de proteger os dados do consumidor no Brasil. Por meio desse acordo, as duas entidades pretendem alinhar esforços e reforçar as fiscalizações. Leia Mais
Moraes diz que “mundo jurídico se acovardou” contra as fake news
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que o Judiciário demorou a perceber o perigo das fake news na sociedade. O magistrado ainda destacou que a extrema direita cooptou as redes sociais e cobrou uma mudança de posturas das empresas de tecnologia para combater os crimes. “O mundo jurídico se acovardou. E […]

Receba a newsletter no seu e-mail