Home / Nova diretoria da Abap defende transparência nos negócios para construção de ambiente saudável e competitivo

Nova diretoria da Abap defende transparência nos negócios para construção de ambiente saudável e competitivo

25 de agosto de 2017

Encontro nacional reuniu 18 seções regionais da entidade em São Paulo e abordou mercado de comunicação digital, Reforma Trabalhista e ações para o fortalecimento da atividade

 

SÃO PAULO – A Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap) realizou nesta sexta-feira (25) o primeiro encontro nacional organizado pela nova diretoria da instituição. A reunião ocorreu em São Paulo e reuniu representantes de 18 seções regionais da Abap para tratar de temas como mercado de comunicação digital, o impacto da Reforma Trabalhista nas agências de publicidade e iniciativas para a consolidação da atividade.

 

“A nova diretoria da Abap está convencida de que representamos centros de inteligência a serviço da construção de marcas e na promoção de um ambiente saudável e sustentável nos negócios. É preciso derrubar os muros que visam isolar nossa atividade, e nos concentrar cada vez mais em aproximar as marcas dos consumidores”, defendeu Mário D´Andrea, presidente da Abap.

 

A vice-presidente da entidade Gal Barradas destacou os avanços das novas tecnologias e a importância da aproximação com o mundo digital. “O mercado não é feito de partes isoladas e não podemos perder tempo com divisões. Nossa busca incansável deve ser a transparência e colaboração nos negócios visando o fortalecimento do setor”, disse Gal Barradas, que apresentou também algumas iniciativas que estão sendo conduzidas pela Abap em parceria com a IAB (Interactive Advertising Bureau).

 

Para Eduardo Simon, que também é vice-presidente da Abap, o ambiente de negócios e os profissionais da propaganda valorizam cada vez mais empresas que tenham disciplinas e processos que assegurem o desenvolvimento sustentável da atividade. Nesse sentido, a articulação para um Protocolo de Compliance é fundamental para assegura a competitividade saudável do mercado.

 

“Estamos estudando algumas alternativas para a consolidação de um documento e ferramentas que tragam segurança jurídica para as agências e sirvam de referência para todo o mercado”, explicou Simon. O executivo destacou que grandes grupos de publicidade já possuem iniciativas nesse sentido, mas ainda não existe uma experiência que possa ser amplamente adotada nas diversas praças, incluindo as agências com atuação no eixo Rio-São Paulo.

 

O encontro nacional contou também com a participação do advogado trabalhista João Carlos Gamboa. O profissional apresentou um panorama sobre as mudanças promovidas pela Reforma Trabalhista, aprovada recentemente pelo Congresso Nacional, e possíveis impactos nas atividades das agências de publicidade. Gamboa destacou que o novo texto legal tem trazido questionamentos de vários setores produtivos da sociedade e elogiou o interesse do mercado de publicidade em procurar se aprofundar sobre o tema.

 

Mais informações para a imprensa

Francisco Itacarambi – (11) 5502-5461 – [email protected]

Assessoria de Imprensa da Abap – Giusti Comunicação Integrada

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Anunciantes estendem escrutínio a redes sociais para além do Facebook (em inglês)
Após o boicote ao Facebook ocorrido em julho, a indústria publicitária tem analisado mais amplamente outros players das mídias sociais. A IPG Mediabrands iniciou a elaboração de um relatório trimestral para comparar as políticas e práticas de conteúdo das principais plataformas de redes sociais. Leia Mais
Mercado aumenta otimismo com retomada
Pesquisa VanPro, realizada pela Fenapro e Sinapros, mostrou aumento no número de agências que apontou perspectivas positivas em comparação às pesquisas anteriores. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail