Home / Quais são as marcas brasileiras mais valiosas?

Quais são as marcas brasileiras mais valiosas?

Fonte: Meio e Mensagem

28 de março de 2023

Edição 2022/2023 do ranking da Interbrand mantém marcas de bancos e cervejas no topo do ranking das empresas do País

Itaú, Bradesco, Skol, Brahma e Banco do Brasil aparecem, pelo segundo ano consecutivo – e nessa ordem – como as marcas brasileiras mais valiosas do ano, segundo estudo da Interbrand.

A consultoria divulgou nesta segunda-feira, 27, a edição do ranking referente aos anos de 2022 e 2023, que sinaliza a força das marcas de bancos e cervejas, que seguem no topo do ranking como aquelas de maior valor.

De acordo com a Interbrand, as 25 marcas brasileiras mais valiosas do ano têm, somadas, valor de mercado superior a R$ 153 bilhões. Essa quantia é 6% maior do que o valor de mercado das marcas que compuseram o ranking do ano anterior.

Além das empresas que ocupam as cinco primeira posições no ranking das marcas brasileiras mais valiosas, outras também se destacaram na edição 2022/2023 do ranking da Interbrand.

É o caso do Nubank, que pela primeira vez aparece no ranking, na sétima posição. Outra marca que se destacou foi a Renner, que foi a empresa com maior crescimento, em termos de valor de mercado, de um ano para outro. O valor de marca da Renner subiu de R$ 1,7 bilhão no ano anterior para R$ 1,9 bilhão neste ano.

Por outro lado, a Americanas perdeu mais da metade (53%) de seu valor de mercado de um ano para outro, ocupando, agora a 19ª posição. A rede de varejo e e-commerce enfrenta uma crise contábil, descoberta no início de 2023, cujas dívidas ultrapassam o valor de R$ 47 bilhões.

Metodologia do ranking das marcas brasileiras mais valiosas

O ranking da Interbrand é realizado desde 2001 e foi elaborado com base em metodologia desenvolvida em parceria com a London Scholl of Economics.

Para esta edição, foram entrevistadas mais de 1100 pessoas, sendo homens e mulheres de todo o Brasil, acima de 15 anos, pertencentes às classes A, B e C.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

O dilema das redes se resolve com educação midiática
Artigo de Mariana Mandelli, coordenadora de Comunicação do Instituto Palavra Aberta, explica como o documentário O Dilema das Redes abre oportunidade para a discussão de soluções por meio da educação midiática: “O mundo mudou muito rápido e acabamos automatizando uma série de comportamentos que exigem autonomia e empoderamento”. Leia Mais
EUA processam Amazon por monopólio
A Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos processou a Amazon em um caso de antitruste há muito aguardado, acusando a gigante do comércio eletrônico de monopolizar os serviços do mercado on-line, degradando a qualidade do serviço para os compradores e cobrando caro dos vendedores. Em uma ação apresentada nesta terça-feira no Tribunal Federal […]

Receba a newsletter no seu e-mail