Home / Publicitário: criando para o crescimento

Publicitário: criando para o crescimento

Fonte: Mato Grosso Mais

2 de fevereiro de 2022

Qual é o profissional que dorme e acorda sempre pensando em alavancar a economia?
Sim, essa é a rotina de um publicitário.

Por meio de ideias, talento e técnica, o publicitário hoje contribui e muito para a geração de riqueza em nosso país. Segundo pesquisa da Deloitte, realizada em 2020, um dos anos mais difíceis em função da Covid-19, cada real em publicidade investido nesse período gerou R$ 8,54 para a economia brasileira.

O impacto estimado da publicidade na economia brasileira em 2020 foi de R$ 418,8 bilhões, cerca de 6% do PIB. Como referência, a indústria de transformação ficou em 11%.
A publicidade também gera milhares de empregos, mais de 435 mil diretos ou indiretos, e promove a competitividade entre as empresas.

Como se percebe, o trabalho do publicitário é um dos mais importantes, e não se limita apenas a criar campanhas, mas criar também um ambiente de negócio que propicia o Desenvolvimento e consolide marcas no cotidiano das pessoas. É criar comportamento de consumo, é despertar o desejo da conquista – inerente a todo ser humano.

Albert Einstein definiu bem como trabalha um publicitário quando disse que “criatividade é a inteligência se divertindo”. Propaganda boa é feita com técnica, desde a criação até a veiculação – a escolha dos meios de propagação da mensagem.

Por isso, mesmo com diferentes plataformas tradicionais e digitais, nada limita uma boa ideia, uma boa peça publicitária. Para mim, o caso mais recente foi a propaganda de final de ano do Itaú, com uma criança conversando com a atriz Fernanda Montenegro. Um comercial feito para a TV, tecnicamente bem escrito e bem produzido, que rodou todos os grupos de WhatsApp e Instagram por emocionar.

É importante, então, que o publicitário tenha espaço e liberdade para se divertir de forma inteligente, encontrar mensagens que façam uma conexão forte entre pessoas e marcas.
Hoje, em Mato Grosso, estamos na quarta geração de agências de publicidade locais. Um mercado que continua crescendo e apresentando bons resultados, construído por publicitários como Mauro Cid e tantos outros colegas que contribuíram para nossa profissão.

A todos que fizeram e fazem da publicidade uma profissão meus parabéns!

*Frederico Parma – Presidente da ABAP/MT – Associação Brasileira de Agências de Publicidade.

Confira matéria no Mato Grosso Mais

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Retomada das receitas publicitárias alavancou recuperação dos grupos de mídia
Após um ano de 2020 muito marcado pelo impacto da pandemia nas contas da Cofina, Impresa e Media Capital, os três grupos de media portugueses cotados em bolsa geraram, no seu conjunto, mais 36,6 milhões de euros no último ano, um crescimento na ordem dos 9,5%. Em receitas publicitárias, os três grupos de media encaixaram […]
EUA e União Europeia começam a discutir imposto mínimo global para big techs
Governo dos Estados Unidos defende um imposto global mínimo a ser aplicado a empresas com base no faturamento e lucro, independente de onde estejam suas sedes. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail