Home / Publicis e Leo Burnett vencem concorrência do Bradesco

Publicis e Leo Burnett vencem concorrência do Bradesco

Fonte: meio&mensagem

22 de fevereiro de 2017

O Bradesco definiu a Publicis e a Leo Burnett Tailor Made como as agências vencedoras da concorrência aberta no final de novembro do ano passado. Ambas responderão pelas contas institucional e de negócios do Bradesco. A Publicis ficará responsável também pela gestão e o posicionamento da marca.

Publicis e Leo Burnett Tailor Made disputaram a fase decisiva da concorrência com a Y&R, que detinha parte da conta junto a WMcCann. O cliente optou por uma concorrência com o fim do ciclo olímpico e do mote “BRA”.

Já a conta da Bradesco Seguros segue com a AlmapBBDO. A fase decisiva da concorrência da seguradora contou também com a WMcCann.

A consultoria Scopen coordenou o processo de seleção, do qual também participaram a F/Nazca S&S, a J. Walter Thompson, a Ogilvy, a Publicis e a Wieden + Kennedy.

R/GA, McGarry Bowen, One Digital e F&Q Brasil, que não participaram da concorrência, continuarão a atender o banco em projetos específicos.

Procurado pelo Meio & Mensagem, o Bradesco informou que não fará comentários sobre o processo.

Washington Olivetto comenta fim da parceria com o banco

Logo após a publicação das notícias com os resultados das concorrências do Bradesco e Bradesco Seguros, o chairman da WMcCann, Washington Olivetto, divulgou um comunicado comentando o fim da parceria da agência com o banco, após cinco anos de relacionamento.

“Recentemente, a diretoria de marketing do Bradesco teve uma mudança e optou por escolher novas agências, por meio de uma concorrência. Isso acontece ciclicamente no nosso negócio. A WMcCann lamenta, mas respeita a decisão”, afirmou Olivetto, que comentou também o fato de a sua agência ter sido preterida na disputa com a Almap pela conta da Bradesco Seguros. “A WMcCann também foi convidada para participar da concorrência de Bradesco Seguros e acredita que fez um bom trabalho. Evidentemente, gostaríamos de ter sido escolhidos, mas não só respeitamos, como admiramos a decisão do Bradesco Seguros de manter a agência que já trabalhava há bons anos para eles. Ganhar é sempre bom, mas preservar a atividade é melhor ainda.”

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

“Os jornais não estão no ramo do erro; estão no ramo da confiança” – Marcelo Rech, vice-presidente Editorial e Institucional do Grupo RBS e presidente da ANJ
Em entrevista para o Zero Hora, Marcelo Rech, vice-presidente Editorial e Institucional do Grupo RBS e recém-reeleito presidente da ANJ, fala sobre a Coalizão Liberdade com Responsabilidade e de outros desafios do setor. Leia Mais
Quarta onda do digital chegou e vai exigir a reinvenção de muitas empresas
Tenho falado sobre isso há alguns anos, em conversas e entrevistas para outros veículos. Percebi que não havia falado nisso por aqui. Estamos entrando em uma quarta onda do digital. Não, nada de criar uma nova nomenclatura para a internet. Se trata apenas de uma conclusão lógica que parte de um premissa. A evolução tecnológica […]

Receba a newsletter no seu e-mail