Home / Publicidade online cresce mais de 50% no primeiro semestre

Publicidade online cresce mais de 50% no primeiro semestre

Fonte: Propmark

2 de setembro de 2021

Os setores de Serviços, Eletrônicos e Imobiliário tiveram aumento de mais de 100%, segundo levantamento do IAB Brasil

O número de anunciantes que investem nos canais digitais cresceu 57% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com o estudo Digital AdSpend, do IAB Brasil, setores como Serviços, Eletrônicos e Imobiliário apresentaram um aumento acima de 100%.

O estudo ainda mostrou que, entre os 26 setores classificados, 13 (50%) tiveram no Digital o principal destino de compra de mídia, incluindo os três setores de maior peso/representatividade na publicidade: Comércio, Serviços e Financeiro, cada qual investiu no digital mais de 40% de sua compra de mídia total no ano de 2020.

O levantamento tem como principal objetivo oferecer uma visão estratégica dos investimentos em mídia digital no país. O estudo é fruto da parceria entre IAB Brasil e Kantar Ibope Media.

“O Digital AdSpend nasceu num momento em que a publicidade digital precisava se provar como um meio de comunicação representativo. Já passamos dessa fase e encontramos, agora, um digital consolidado. Nossas metodologias foram se transformando e evoluindo e já não basta um número sobre o tamanho da publicidade digital. É preciso mais contexto. É preciso entender o momento que nos ajuda a construir este número”, comenta Cris Camargo, CEO do IAB Brasil.

Confira a matéria no Propmark.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Setor defende fim da assimetria regulatória entre veículos de comunicação e plataformas
Especialistas defendem que regras de publicidade existentes no Brasil, que são seguidas pelos veículos de comunicação tradicionais, também sejam aplicadas às plataformas de redes sociais. Leia Mais
Lei de Serviços Digitais: novas obrigações para as plataformas e um ambiente em linha mais seguro para os utilizadores
A Lei de Serviços Digitais passou por votação final em sessão plenária no Parlamento Europeu, que deu luz verde para o início das negociações com os Estados-membros.

Receba a newsletter no seu e-mail