Home / Marcas reagem ao resultado da eleição presidencial

Marcas reagem ao resultado da eleição presidencial

Fonte: Adage

10 de junho de 2021

Grandes marcas como Walgreens, Netflix e Kellogg reduziram seus investimentos com publicidade para ficarem fora do debate nacional. Aquelas que entraram na arena política tiveram níveis variados de sucesso. Como por ex, o aplicativo Calm que teve saldo positivo por patrocinar a cobertura da CNN na eleição, já a Gap vivenciou o oposto, com mensagem de união com um moletom vermelho e azul. Leia Mais

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Europa e EUA estão enfrentando as gigantes da tecnologia. A Grã-Bretanha precisa se juntar à luta (em inglês)
O colunista do The Guardian, Will Hutton, defende que a Grã-Bretanha também atue para enfrentar o monopólio das gigantes da tecnologia ao lado das autoridades europeias e norte-americanas. Leia Mais
Anunciantes estendem escrutínio a redes sociais para além do Facebook (em inglês)
Após o boicote ao Facebook ocorrido em julho, a indústria publicitária tem analisado mais amplamente outros players das mídias sociais. A IPG Mediabrands iniciou a elaboração de um relatório trimestral para comparar as políticas e práticas de conteúdo das principais plataformas de redes sociais. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail