Home / Luiz Sanches está no júri de Titanium do Cannes Lions 2022

Luiz Sanches está no júri de Titanium do Cannes Lions 2022

Fonte: Meio e Mensagem

12 de abril de 2022

Brasileiro ocupa cadeira neste seleto grupo de jurados pela segunda vez, além de já ter presidido júris em duas outras ocasiões: Outdoor, em 2021, e Film, em 2018

Recém-promovido a CCO North America da BBDO, Luiz Sanches é o único brasileiro no júri de Titanium do Cannes Lions 2022. Sócio e chairman da AlmapBBDO, Sanches já presidiu júris em Cannes em duas ocasiões: Outdoor, em 2021, e Film, em 2018. Além disso, já integrou a comissão julgadora de Titanium em 2016.

O júri de Titanium é um dos mais seletos do festival, e não conta com representantes do Brasil todos os anos (veja retrospecto mais abaixo). As avaliações dos inscritos nessa área serão coordenadas em 2022 pelo presidente do júri, Rob Reilly, global chief creative officer do WPP.

Além de Reilly e Sanches, outros oito nomes foram anunciados: Alexander Schill (global CCO do Serviceplan Group, da Alemanha), Ann Mukherjee (chairman e CEO da Pernod Ricard North America, nos EUA), Kate Stanners (chairwoman e global CCO da Saatchi & Saatchi, do Reino Unido), Liz Taylor (global CCO da Ogilvy, dos EUA), Merlee Jayme (chief creative officer APAC e chairmom da Dentsu International e Dentsu Jayme Syfu, das Filipinas), Paulette Long OBE (consultora e diretora da MPA – Music Publishers Association, do Reino Unido), Richard Brim (chief creative officer da Adama&eveDDB, do Reino Unido) e Vita Harris (global chief strategy officer da FCB, dos EUA). Do total de dez jurados anunciados, seis são mulheres.

Conforme anunciado em janeiro, o Cannes Lions 2022 terá três brasileiros ocupando presidências de júris: Luciana Haguiara, diretora executiva de criação da Media.Monks, vai comandar o júri de Digital Craft; Patricia Corsi, chief marketing and digital officer da Bayer Consumer Health, baseada na Suíça, irá liderar o júri de de Health & Wellness; e Marcel Marcondes, presidente global da Beyond Beer, da AB InBev, que trabalha para a companhia de bebidas em Nova York desde 2014, será o presidente do júri de Entertainment Lions for Sports. O português Hugo Veiga, CCO global da AKQA e radicado no Brasil há 13 anos, vai liderar o júri de Mobile Lions.

Não é todo ano que o Brasil tem represente no júri de Titanium. No ano passado, por exemplo, não houve nenhum brasileiro.

Os últimos representantes do País nessa área foram Fernando Machado, então global chief marketing officer do Burger King (hoje na Activision Blizzard), em 2019; PJ Pereira, cofundador da Pereira & O’Dell, em 2018; Nizan Guanaes, fundador do Grupo ABC e da Africa (atualmente na consultoria Nideias), por duas ocasiões, em 2017 e em 2005, no primeiro ano da categoria no festival; Anselmo Ramos, em 2014, então na Ogilvy (hoje na Gut); Mario D´Andrea em 2012, pouco depois de ter deixado a Fischer (atualmente está na OpusMultipla e da D’om); Fernanda Romano em 2011, na época em que estava na Euro RSCG Londres (hoje na King); Fabio Fernandes, fundador da extinta F/Nazca S&S, em 2010; Sérgio Valente, em 2008, então na DM9DDB (hoje na JBS); e Adriana Cury em 2006, na época na McCann-Erickson (hoje na Nova/SB).

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

UE não é mais maior ameaça às Big Techs (em inglês)
Sob a administração de Joe Biden, Washington D.C se tornou o novo centro da luta antitruste das Big Techs. “O que está acontecendo nos EUA é um sinal de que a conversa global mudou”, diz Margrethe Vestager, comissária europeia da concorrência. Leia Mais
A próxima revolução será criativa
As empresas irão valorizar profissionais com maior repertório cultural e capacidade de solucionar diferentes situações Quando o sociólogo italiano Domenico De Masi lançou o livro “O Ócio Criativo” há mais de 20 anos, estávamos todos maravilhados e ao mesmo tempo intrigados e desconfiados com o universo de possibilidades que a popularização da internet e de […]

Receba a newsletter no seu e-mail