Home / Google e Facebook faturam R$ 160 milhões em publicidade nas eleições

Google e Facebook faturam R$ 160 milhões em publicidade nas eleições

Fonte: Tecnoblog

3 de novembro de 2022

Gastos com divulgações nas plataformas foram 5,5 vezes maiores que em 2018; Facebook lidera com mais de R$ 88 milhões de faturamento

As redes sociais não mudaram apenas a maneira com a qual nos comunicamos — elas também revolucionaram as campanhas políticas. Aprendendo com as campanhas de 2018, os candidatos das eleições gerais deste ano aumentaram o investimento nos anúncios online. Enquanto o Facebook (e Instagram) faturou R$ 88 milhões, o Google recebeu R$ 71,9 milhões.

Os números impressionam — mas dá de surpreender ainda mais. Em 2018, as redes sociais da Meta faturaram R$ 23 milhões com publicidade, enquanto o Google ganhou “apenas” R$ 6 milhões, totalizando R$ 29 milhões entre as duas empresas. O investimento com anúncios tiveram um crescimento aproximado de 5,5 vezes nestas eleições.

Começando pelo Facebook, que engloba também os gastos com Instagram, os cinco candidatos que mais gastaram com anúncios foram:

  1. Jair Bolsonaro (R$ 2,61 milhões)
  2. Simone Tebet (R$ 1,93 milhões)
  3. Elmano de Freitas (R$ 1,66 milhões)
  4. Ciro Gomes (R$ 1,22 milhões)
  5. Alexandre Silveira (R$ 920 mil)

Jair Bolsonaro, atual presidente, atingiu a primeira posição em gastos com anúncios no dia 19 de outubro, quando a campanha realizou duas despesas, uma de R$ 499 mil e outra de R$ 532 mil (aproximadamente R$ 1 milhão). Os gastos vieram um dia depois de uma fala polêmica do presidente sobre jovens venezuelanas. 

Dos cinco candidatos que mais gastaram com anúncios nas redes sociais da Meta, somente Elmano de Freitas foi eleito — e em primeiro turno. O futuro governador do Ceará também está presente na lista dos que mais gastaram no Google.

No top 10, além de Elmano, Jorginho Mello e Camilo Santana também foram eleitos. O primeiro gastou R$ 620.000, enquanto o segundo pagou R$ 500.000 por anúncios nas redes sociais.

Confira matéria no Tecnoblog

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Abap afirma que edital da Petrobras prejudica as agências e pede a sua impugnação
“As agências pagarão à Petrobras para trabalhar para ela”. A afirmação é da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap), que entrou esta sexta-feira, 25/02, com pedido de impugnação à concorrência pela conta da petoleira. A disputa, que tem entrega de propostas marcada para 12/04, prevê a escolha de até duas agências para gerenciar uma […]
Espanha: A indústria publicitária contra o discurso antipublicitário dos políticos (em espanhol)
Associações de publicidade e marketing europeias e espanholas assinaram uma carta aberta a políticos expressando preocupação com o crescimento de iniciativas para restringir a atividade publicitária na Espanha.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail