Home / Google é criticado por dominar publicidade online na Europa

Google é criticado por dominar publicidade online na Europa

Fonte: Tecmundo

14 de fevereiro de 2022

O Conselho Europeu de Editores (EPC) registrou uma queixa contra o modelo de publicidade digital do Google, considerando que a empresa favorece seus próprios serviços no buscador. A crítica fortalece a investigação da Comissão Europeia sobre a gigante priorizar seus negócios com publicidade online em detrimento dos rivais. A investigação foi aberta em junho do ano passado.

O conselho, que inclui membros como Axel Springer, News UK, Conde Nast, Bonnier News e Editorial Prensa Iberica, reclamou que o Google tem um domínio adtech sobre os editores. “Já é hora de a Comissão Europeia impor medidas ao Google que realmente mudem, e não apenas desafiem seu comportamento”, disse o presidente do EPC, Christian Van Thillo, em comunicado.

“O Google alcançou o controle integral de anúncios no setor de tecnologia, ostentando participações de mercado de até 90/100% em anúncios”, completou Van Thillo. Segundo relatórios, a companhia faturou US$ 147 bilhões com anúncios online em 2020, mais do que qualquer outra empresa no mundo.

Como apurado pela Reuters, um porta-voz da empresa explicou que “quando os editores optam por usar nossos serviços de publicidade, eles mantêm a maior parte da receita, e todos os anos pagamos bilhões de dólares diretamente aos parceiros de publicação em nossa rede de anúncios”.

Processos contra o Google

Não é a primeira vez que o Google é multado por práticas anticompetitivas. Ainda neste mês, a empresa foi processada em 2,1 bilhões de euros por uma plataforma sueca. Já em novembro de 2021, a companhia perdeu um recurso no Tribunal Geral da União Europeia após anos de análise de recursos e teve oficializada uma multa de 2,42 bilhões de euros.

Confira matéria no Tecmundo

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Google lança recurso para que usuários gerenciem anúncios
O Google lançou nesta quinta-feira, 20, o Minha Central de Anúncios, recurso que permite que o usuário controle o tipo de publicidade que deseja receber na Busca, no YouTube e no Discover. Além disso, a ferramenta, lançada no mundo todo, possibilita o bloqueio de anúncios indesejados. A empresa informou que criou a central para que […]
Google, Twitter e Facebook preferem pagar multa a cumprir medida judicial, mostra levantamento
As grandes empresas de tecnologia, como Google, X (antigo Twitter) e Facebook, da Meta, as chamadas big techs, preferem pagar multas do que cumprir determinações impostas pela Justiça. É o que mostra um levantamento exclusivo do escritório de advocacia Peck Advogados feito a pedido do Estadão/Broadcast sobre processos no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). A pesquisa analisou ações em que as empresas […]

Receba a newsletter no seu e-mail