Home / FIAP 50 anos: Africa é a mais premiada

FIAP 50 anos: Africa é a mais premiada

Fonte: Blog do Adonis

7 de outubro de 2021

Agência conquista 2 Grandes Soles para “Salla 2032” e mais um para “Let Her Run”

Entre as agências de 17 países que disputaram a histórica 50ª edição do Festival Iberoamericano de la Creatividad, a Africa, da rede DDB Latina, conquistou o primeiro lugar do ranking, premiada com dois Grandes Soles para a campanha “Salla 2032”, nas categorias Inovação e Anúncios, e mais um Gran Sol para “Let Her Run”, em Produção.

A cerimônia virtual de premiação foi realizada nesta quinta-feira (7) via Facebook, a partir de Miami. O FIAP 50 Anos foi promovido em uma parceria com a PRODU, empresa de conteúdo de entretenimento para a América Latina, sediada na Flórida.

Antes do evento, Mara Fernandez, diretora da PRODU, e Daniel Marcet, CEO do FIAP comandaram a coletiva de imprensa com jornalistas da região.

No total foram distribuídos 31 troféus de Ouro, 62 de Prata, 77 de Bronze, além dos 4 Grandes Soles. Os prêmios disputados por 369 peças finalistas.

A House of Lapland é o Anunciante do Ano. O Produtor do Ano é Triatoma / Primo Content. We Believers fecha o círculo de prêmios especiais ao se estabelecer como a Agência Independente do Ano.

Na categoria Formatos, o Gran Sol de Iberoamérica foi concedido a #SeguimosHablando Deeptruth, uma iniciativa da Publicis México para a Propuesta Cívica AC / Reporteros Sin Fronteras, que aborda a segurança dos jornalistas. Esse júri foi presidido por Marta Ruiz-Cuevas, CEO do Publicis Groupe México e América Latina.

Na categoria Inovação, um Grande Sol e uma Menção Especial foi para “Salla 2032”. Juan Carlos Ortiz, CCO da DDB Latina. Esta campanha faz uma reflexão criativa e inspiradora sobre a magnitude do aquecimento global. Salla, o município mais frio da Finlândia, apresentou assim a sua candidatura para acolher os Jogos de Verão de 2032.

A categoria de Anúncios, com júri presidido por Sergio Gordilho, copresidente da Africa, também reconheceu esta iniciativa com o Grande Sol da Ibero-América.

Em Produção, a maior distinção foi atribuída a “Let Her Run”, da Africa para o SporTV e produzida pela Santeria, com direção de Rafa Damy, discute a discriminação de gênero entre os atletas olímpicos. O presidente do júri foi Simon Bross, da Garcia Bross do México.

Neste link, todas as peças premiadas.

RANKING DE AGÊNCIAS

  1. Africa / DDB
  2. Almap BBDO
  3. We Believers

REDES

  1. DDB Latina
  2. Publicis
  3. Ogilvy

AGÊNCIAS INDEPENDENTES

  1. We Believers, Mercado Hispânico EUA
  2. Fantástica, Colômbia
  3. DON, Argentina

PRODUTORAS

  1. Triatoma/Primo Content
  2. Oriental Films México
  3. Ábaco Films, Whisky Films y Macarena Films

Anunciantes:

  1. House of Lapland
  2. Burger King
  3. ABINBEV

MELHORES POR PAÍS

1          Brasil  Africa / DDB

2          EUA              We Believers

3          México           Publicis Worldwide México

4          Colômbia      draftLine ABINBEV

5          Espanha       FCB& FiRe Spain

6          Porto Rico     DDB Latina

7          Chile                La Familia

8          Argentina       DON

9          Equador           Mullen Lowe Delta

10       Panamá             McCann Worldwide

11       Venezuela        Wings The Agency

12       Bolivia              Ariadna Communications Group

13       Paraguai          Ogilvy & Mather

14       Peru                   Circus Grey

15       Costa Rica       McCann

16       Uruguai          VMLY&R

17       Nicarágua      Diario La Prensa

Do total de peças finalistas, 35% concorreram diretamente graças à aliança entre o FIAP e clubes e associações de Argentina (El Diente), México (Círculo de Oro), Peru (Ideas), Portugal (Clube de Criativos), Porto Rico (Cúspide), Paraguai (Tatahua), Espanha (C de C), Bolívia (Locoto), Panamá (Caribe), Uruguai (Desachate) EUA Hispânico (Addy) e Wina Global. Agências da Venezuela e Nicarágua, países que passam por crise política inscreveram suas peças totalmente sem custo.

Confira a matéria no Blog do Adonis.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Federação Mundial dos Anunciantes e plataformas fazem progresso para lidar com conteúdo prejudicial (em inglês)
Facebook, YouTube e Twitter, em colaboração com profissionais de marketing e agências por meio da Global Alliance for Responsible Media, concordaram em adotar um conjunto de definições sobre incitação ao ódio e outros conteúdos prejudiciais e colaborar para monitorar os esforços da indústria na crítica questão.Leia Mais
Autoridade reguladora dos EUA reformula ação contra Facebook por monopólio
A Federal Trade Commission reformulou ação contra o Facebook que alega que a empresa adquiriu o Instagram e o WhatsApp para eliminá-los como concorrentes.

Receba a newsletter no seu e-mail