Home / CEO do Kantar Ibope diz que TV tem 92% da preferência dos brasileiros

CEO do Kantar Ibope diz que TV tem 92% da preferência dos brasileiros

Fonte: R7

28 de março de 2022

Ao longo dos últimos tempos, não apenas aqui, mas nos bastidores das próprias TVs, além da preocupação passou a existir uma certa estranheza com a queda de audiência de todas as emissoras, a partir do momento em que a medição do streaming também veio a acontecer.

Melissa Vogel, CEO da Kantar Ibope, prontamente se prontificou a oferecer as devidas explicações e entende que não existiu baixa nenhuma.

Ao contrário, o que houve, segundo ela, foi um “boom”, um crescimento bem significativo dos números, desde o início da pandemia até agora e que a televisão veio a se transformar no principal meio de informação. O mais confiável. E que esse crescimento e os resultados observados estão em todo o material da Kantar.

Não concorda, no entanto, que tenha ocorrido qualquer alteração significativa nos últimos dias.

Destacou ainda que 78% do tempo que as pessoas passam consumindo vídeos em casa é dedicado à TV linear. E, em relação aos dispositivos disponibilizados, o aparelho de televisão domina o cenário, com 92% da preferência dos brasileiros.

Sobre a quantidade de people meters, que em muitos casos é questionada e se considera insuficiente, por exemplo, só 1.600 aparelhos para uma população tão grande como a da Grande São Paulo, Melissa entende que “um aumento da amostra não necessariamente vai mudar o patamar e a forma de audiência, mas poderá permitir que a gente tenha acesso a dados mais específicos. Mas o mais importante é manter uma amostra representativa da população”.

Admite, porém, que esse assunto, oportunamente, também poderá ser analisado.

Confira matéria no R7

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Meta recebe multa recorde de € 1,2 bilhão na Europa
A Meta foi multada em € 1,2 bilhão (cerca de US$ 1,3 bilhão) pelo principal órgão regulador da União Europeia. A big tech foi acusada de violar regras ao lidar com a privacidade de informações de usuários. Essa foi a maior penalidade da espécie já aplicada na região. O caso ocorreu por parte da Comissão […]
O novo impulso de inclusão defende a neurodiversidade
Para organizações “alfabetizadas em dados”, a neurodiversidade é ainda mais importante, porque pessoas com conexões diferentes costumam ser os melhores cientistas de dados, disse Mark Evans, diretor-gerente de marketing digital da Direct Line Group e membro do grupo de trabalho de neurodiversidade da i-com.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail