Home / CEO do Kantar Ibope diz que TV tem 92% da preferência dos brasileiros

CEO do Kantar Ibope diz que TV tem 92% da preferência dos brasileiros

Fonte: R7

28 de março de 2022

Ao longo dos últimos tempos, não apenas aqui, mas nos bastidores das próprias TVs, além da preocupação passou a existir uma certa estranheza com a queda de audiência de todas as emissoras, a partir do momento em que a medição do streaming também veio a acontecer.

Melissa Vogel, CEO da Kantar Ibope, prontamente se prontificou a oferecer as devidas explicações e entende que não existiu baixa nenhuma.

Ao contrário, o que houve, segundo ela, foi um “boom”, um crescimento bem significativo dos números, desde o início da pandemia até agora e que a televisão veio a se transformar no principal meio de informação. O mais confiável. E que esse crescimento e os resultados observados estão em todo o material da Kantar.

Não concorda, no entanto, que tenha ocorrido qualquer alteração significativa nos últimos dias.

Destacou ainda que 78% do tempo que as pessoas passam consumindo vídeos em casa é dedicado à TV linear. E, em relação aos dispositivos disponibilizados, o aparelho de televisão domina o cenário, com 92% da preferência dos brasileiros.

Sobre a quantidade de people meters, que em muitos casos é questionada e se considera insuficiente, por exemplo, só 1.600 aparelhos para uma população tão grande como a da Grande São Paulo, Melissa entende que “um aumento da amostra não necessariamente vai mudar o patamar e a forma de audiência, mas poderá permitir que a gente tenha acesso a dados mais específicos. Mas o mais importante é manter uma amostra representativa da população”.

Admite, porém, que esse assunto, oportunamente, também poderá ser analisado.

Confira matéria no R7

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Como as cores impactam os anúncios nas redes e plataformas digitais
A VidMob lançou um estudo que aponta o desempenho das cores nos anúncios publicados nas redes sociais e em plataformas digitais. A pesquisa analisou mais de 5 milhões de anúncios em vídeos do Facebook e Instagram no período de um ano. Ao longo do estudo, a plataforma mediu o uso de cor de cada anúncio […]
Big Techs e informação: a lei australiana e o projeto brasileiro
Artigo de Plínio Melgaré, advogado, mestre em Direito e professor na Escola de Direito da PUCRS e FMP, explica o projeto de lei que propõe a remuneração pelo conteúdo e a pluralidade informacional na internet e afirma “a regulação do mercado das big techs é uma exigência contemporânea”.Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail