Home / Cenp-Meios: mercado publicitário brasileiro cresceu 7,6% em 2022

Cenp-Meios: mercado publicitário brasileiro cresceu 7,6% em 2022

Fonte: Meio e Mensagem

9 de março de 2023

Apesar de desaceleração no ritmo dos negócios no segundo semestre do ano, setor movimentou US$ 21,2 bilhões em compra de mídia

Embora não tenha mantido o ritmo de crescimento apresentado nos primeiros seis meses do ano, o mercado publicitário brasileiro encerrou 2022 com crescimento de 7,6% em comparação com 2021, de acordo com dados do Cenp-Meios.

O monitoramento aponta que, ao longo de todo o ano passado, as agências que compõem o estudo reportaram uma movimentação de R$ 21,2 bilhões em investimentos em mídia. No ano anterior, essa quantia foi de R$ 19,7 bilhões.

Em uma análise dos relatórios anteriores do Cenp-Meios é possível notar uma desaceleração no mercado publicitário nacional sobretudo no último trimestre do ano. Até junho, o Cenp-Meios havia reportado alta de 12,5% em comparação com o primeiro semestre de 2021.

Já no relatório que abrange o período de janeiro a setembro, o valor movimentado em compra de mídia era 11,8% maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior.

Segundo análise do próprio Fórum de Autorregulamentação, responsável pelo Cenp-Meios, a instabilidade com a definição do novo governo, o horário eleitoral e a Copa do Mundo fora de época, que canibalizou os investimentos de Black Friday e Natal, estão entre as razões que podem explicar o cenário do último trimestre.

O monitoramento do Cenp-Meios de 2022 foi realizado com base em valores reportados por 326 empresas. Em 2021, eram 298 empresas participantes.

Internet e OOH crescem; TV aberta cai

Em relação aos meios que mais receberam investimentos publicitários, a tendência de crescimento da Internet se manteve. O meio registrou uma movimentação de compra de mídia 15% maior do que no ano de 2021, alcançando o montante de R$ 7,591 bilhões.

A Internet também ampliou seu share no mercado publicitário, angariando a fatia e 35,7 do total dos investimentos feitos no País no período. Esse é o maior share já registrado pela Internet nos monitoramentos do Cenp-Meios.

O Out-Of-Home foi outro meio que conseguiu ampliar seu share, retomando patamar que tinha alcançado antes de pandemia de Covid-19. Enquanto em 2021 a participação do OOH era de 8,6%, no ano passado esse share cresceu para 10,2%.

Já em termos de valores, o Out-Of-Home movimentou, no ano passado, um total de R$ 2,160 bilhões, o que representa um crescimento de 27,9%.

Já a Televisão Aberta registrou, em 2022, o menor share da série de monitoramento do Cenp-Meios: 41,7%. Em 2021, o meio havia ficado com 45,4% de participação no bolo publicitário.

Houve ligeira redução também do total de investimento em mídia direcionado à Televisão Aberta: de R$ 8,961 bilhões em 2021 para R$ 8,863 bilhões em 2022.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais completa quatro anos com avanços e desafios
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) completa quatro anos neste mês, com avanços, mas também com desafios para a plena implementação e correta aplicação. Embora tenha sido publicada em 14 de agosto de 2018, ela entrou em vigência apenas em agosto de 2020, e as sanções previstas passaram a valer apenas em […]
Os caminhos para a mídia OOH se tornar mais sustentável
O debate sobre como a comunicação pode ser mais sustentável e, assim, contribuir na luta contra a degradação do meio ambiente tem feito parte do cotidiano do mercado publicitário há alguns anos. O tema esteve presente em discussões durante o Cannes Lions, em junho, com direito, inclusive, a protestos do Greenpeace, que cobravam mudanças reais na área. […]

Receba a newsletter no seu e-mail