Home / As emissoras locais dos EUA perdem US$ 2 bilhões anualmente devido ao acesso ao seu conteúdo por meio do Google e do Facebook

As emissoras locais dos EUA perdem US$ 2 bilhões anualmente devido ao acesso ao seu conteúdo por meio do Google e do Facebook

Fonte: Convergência Latina

28 de abril de 2022

Em seu primeiro discurso na NAB Show como presidente da National Association of Broadcasters, Curtis LeGeyt delineou quatro pontos-chave de trabalho sobre reorientação regulatória. “O Congresso deve tomar medidas para controlar as capacidades de gatekeeping dos gigantes da Big Tech, que estão sufocando a economia de notícias local”, disse ele. A estimativa da NAB é que as emissoras locais perdem US$ 2 bilhões anualmente quando seu conteúdo é acessado por meio do Google e do Facebook.

Por outro lado, LeGeyt pediu aos legisladores que “modernizem as leis de propriedade de mídia para refletir as realidades do mercado”. Ele lembrou que Google e Facebook controlam 77% da publicidade digital focada localmente

O chefe da NAB pediu à FCC que “reoriente seu pensamento sobre a política de transmissão de forma mais ampla”. E ele pediu ao Congresso que apoie a Lei de Liberdade de Rádio Local, que se opõe a uma nova taxa para estações de rádio locais.

Confira matéria no Convergência Latina

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Balanço Conar: análise do case Alivium
Confira o resultado da reunião do Conselho de Ética do Conar realizada na última semana. O Conselho de Ética do Conar reuniu-se em sessão plenária na manhã de 13/08, pela primeira vez em formato virtual, com participação de 33 conselheiros. Confira o resultado: Representação Nº 240/19, em recurso extraordinário, “Alivium – Pequeno no tamanho, grande […]
TSE amplia canal para tirar dúvidas do eleitor e combater fake news
O Tribunal Superior Eleitoral ampliou ainda mais o canal para tirar dúvidas do eleitor e, a partir de agora, vai ensinar como identificar uma informação é falsa. O assistente virtual do TSE foi criado em parceria com o WhatsApp nas eleições de 2020, para dar ao eleitor informações seguras sobre o processo eleitoral. A opção de número 1 é […]

Receba a newsletter no seu e-mail