Home / Anúncios em publicidade devem crescer 5,4% no Brasil

Anúncios em publicidade devem crescer 5,4% no Brasil

Fonte: Valor Investe

7 de junho de 2023

Os investimentos dos anunciantes em publicidade no Brasil devem crescer 5,4% em 2023, para US$ 14,1 bilhões, de acordo com dados coletados pelas agências de propaganda do grupo Dentsu em todo o mundo. Já em 2024, as estimativas apontam para US$ 15,4 bilhões em investimentos no país, alta de 7,4% no comparativo anual.

As projeções da Dentsu para o Brasil estão acima da média global, cujos investimentos totais devem crescer 3,3% neste ano, para US$ 727,9 bilhões, e 4,7% em 2024, para US$ 762,5 bilhões. O percentual de expansão do mercado brasileiro só é inferior ao da Índia, cujos investimentos em mídia devem somar US$ 12 bilhões em 2023, alta de 14,5%.

O estudo aponta que a recuperação dos investimentos após a pandemia de covid-19 ocorre em ritmos diferentes em cada parte do mundo. Por essa razão, de acordo com a diretora de inteligência de dados da Dentsu, Silvia Visani, o Brasil se destaca em relação a outros mercados que têm expectativas mais modestas para este ano.

Confira matéria Valor Investe

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Mesmo com incertezas econômicas, sociais e políticas, empresas projetam investimentos e receitas, aponta Deloitte
Maior parte das empresas deve manter ou aumentar investimentos em tecnologia e capacitação de profissionais como forma de responder à transformação digital e garantir a sustentabilidade do negócio;   Maior parcela (59%) acredita que a atividade econômica no País em 2022 terá desempenho estável ou fraco;   Evolução do processo eleitoral é a maior preocupação para o […]
Qual a importância da representatividade na publicidade?
A indústria da publicidade teve, por muitos anos, papel importante na construção de modelos aspiracionais para as pessoas. Comerciais de TV, anúncios em revistas e jornais e, mais recentemente, imagens postadas nas redes sociais acabaram apresentando idealizações de aparências, estilos de vida e, sobretudo, de itens de consumo que seriam altamente desejáveis para a maior […]

Receba a newsletter no seu e-mail