Home / 7% dos CMOs não se sentem estruturados para alcançar bons resultados

7% dos CMOs não se sentem estruturados para alcançar bons resultados

Fonte: Propmark

5 de julho de 2023

Uma pesquisa global com mais de 600 CMOs e tomadores de decisão sênior de marketing, intitulada “CMO Outlook Index” e feita pela GfK, examinou quais são as percepção desses executivos sobre os fatores de sucesso que impulsionam o marketing eficaz em suas empresas.

Nas respostas recebidas pela pesquisa, que será publicado em setembro, ficou evidente que a maioria dos líderes de marketing sênior sentem que há um potencial significativo de melhoria em suas organizações.

No total, o levantamento analisou três pilares centrais da eficácia do marketing, sendo eles “Impacto” (capacidade da equipe e demonstração do ROI), “Alinhamento” (alavancar o valor comercial e o propósito da marca) e “Investimento” (compromisso da diretoria com a marca e o investimento em marketing).

O estudo global da GfK apontou que ainda há muito espaço para progresso e, embora 40% dos profissionais de marketing sênior digam que têm todos os recursos necessários em pelo menos uma das áreas, apenas 7% dizem que se sentem perfeitamente equipados em todos os três pilares.

“É relativamente comum que os CMOs tenham otimizado a capacidade da equipe de marketing, o alinhamento da marca da empresa ou o investimento na marca. A grande queda ocorre quando analisamos quem se sente otimamente posicionado em todas as três áreas. As descobertas do nosso ‘CMO Outlook Index’ ajudam os líderes de marketing a entender como seus colegas percebem o marketing e onde o crescimento é necessário”, explicou Gonzalo Garcia Villanueva, Diretor de Marketing da GfK.

No primeiro pilar, 20% dos tomadores de decisão afirmaram que acreditam que estão em uma posição ideal com relação ao “Impacto”. Segundo os respondentes, eles têm uma equipe forte com todas as habilidades necessárias e um bom entendimento de quais atividades, canais e alavancas de marketing proporcionam o melhor ROI. Desses, 59% afirmaram que estão extremamente confiantes de que seus sistemas de dados, análises e percepções serão capazes de responder às questões críticas de negócios do futuro.

Estes percentuais contrastam com o fato de que apenas 28% do conjunto completo de entrevistados puderam fazer a mesma afirmação que os demais. Os líderes de “impacto” têm maior probabilidade do que a média de afirmar que possuem recursos maduros em áreas como segmentação de clientes, otimização de campanhas e extração de percepções dos dados.

Já no pilar “Alinhamento”, que está relacionado à alavancagem do valor comercial e do propósito da marca, um quarto dos os tomadores de decisões de marketing da pesquisa concorda fortemente que sua empresa tem uma missão e um propósito claramente definidos, além das metas comerciais, e que a marca contribui também para o sucesso comercial da empresa.

Segundo a análise, 81% dos líderes de marketing incluem o desenvolvimento de produtos como uma responsabilidade do marketing, em comparação com a média de 69% de todos os entrevistados. Além disso, 78% dizem o mesmo sobre preços, em comparação com a média de 67%.

Por fim, no pilar de “Investimento”, a GfK tinah como objetivo analisar o equilíbrio entre a construção da marca a longo prazo e o crescimento das vendas a curto prazo, bem como o apoio dos CEOs e CFOs no investimento em estratégias de marca a longo prazo.

De acordo com os dados, 19% dos líderes de marketing da pesquisa se consideram bem-posicionados em ambas as categorias e, dentro desse grupo, 60% dizem que gastam pelo menos 7 em cada 10 de seus recursos de marketing na construção de marcas de longo prazo, em comparação com 52% de todos os entrevistados.

Confira matéria no Propmark

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Orçamentos de marketing no Reino Unido continuaram caindo drasticamente no final de 2020 (em inglês)
Diante da Covid-19 e do fim do período de transição do Brexit, executivos de marketing do Reino Unido viram outra queda acentuada nos orçamentos de publicidade durante o último trimestre de 2020, de acordo com o IPA Bellwether Report. Previsões para 2021/2022 sugerem recuperação do PIB e crescimento nos investimentos em publicidade. Leia Mais
Mídias destacam virtudes como agilidade, engajamento e cobertura regional
Os mídias das principais agências foram sondados pelo PROPMARK a respeito do meio rádio, já que são eles os profissionais mais ligados nas ondas de um dos veículos mais antigos do mercado, que comemora este mês 100 anos de atividades. Fernando Figueiredo, CEO da Bullet, avalia que o rádio sempre foi e sempre será um […]

Receba a newsletter no seu e-mail