Home / Resultados da 7ª Câmara

Resultados da 7ª Câmara

Fonte: Conar

20 de setembro de 2023

O Conselho de Ética reuniu-se na manhã de hoje, em sessão virtual por meio da sua 7ª Câmara. Confira os resultados:

Representação Nº 079/23, “Insta Money e Key Alves”. Resultado: sustação agravada por advertência, por unanimidade.

Representação Nº 083/23, em recurso ordinário, “Chegou Johnnie Walker Blonde”. Resultado: alteração por maioria de votos.

Representação Nº 105/23, “Epe Negócios Digitais – Faturando com o Insta e Paula Freitas – Like for money”. Resultado: sustação agravada por advertência, por unanimidade.

Representação Nº 136/23, “Pagseguro Internet Instituição De Pagamento – Campanha Pagbank e Pagseguro. Juntos em um só nome”. Resultado: arquivamento por unanimidade.

Representação Nº 151/23, “Genomma Laboratories do Brasil – Líris: saúde em um piscar de olhos”. Resultado: arquivamento por unanimidade.

Participaram da reunião de hoje as conselheiras e conselheiros Álvaro de Carvalho, Ana Moisés, Boris Gris, Camila Félix Moreira, Cláudio Mauricio Freddo, Eduardo Martins, Fabiana Soriano,  Heloisa Goldman, Jorge Tarquini, Julissa Savitci, Licínio Motta, Luiz Celso de Piratininga Jr., Luiz Roberto Valente Filho, presidente da 7ª Câmara do Conselho de Ética, Manuela Dode, Marcelo Migliori, Márcio Henriques da Costa, Paulo Samia, Pedro Baraastefano, Ricardo Amaral da Silveira e Vitor Morais de Andrade.

Confira no Conar

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Google lança recurso para que usuários gerenciem anúncios
O Google lançou nesta quinta-feira, 20, o Minha Central de Anúncios, recurso que permite que o usuário controle o tipo de publicidade que deseja receber na Busca, no YouTube e no Discover. Além disso, a ferramenta, lançada no mundo todo, possibilita o bloqueio de anúncios indesejados. A empresa informou que criou a central para que […]
Lei das fake news pode ser garantia de processo democrático sem riscos
A Câmara dos Deputados rejeitou o pedido para que o projeto de Lei das Fake News avançasse e fosse votado com urgência no Plenário da Casa. O texto criminaliza o disparo em massa de notícias falsas, entre outras regras. A proposta está em debate entre os deputados desde 2020. A proposta também prevê que empresas […]

Receba a newsletter no seu e-mail