Home / Mercado publicitário discute cenário econômico e tendências durante reunião da ABAP em Fortaleza

Mercado publicitário discute cenário econômico e tendências durante reunião da ABAP em Fortaleza

11 de julho de 2016

A ABAP (Associação Brasileira de Agências de Publicidade) promoveu, na última sexta-feira (8), em Fortaleza, a segunda reunião nacional de 2016, com muita troca de experiências e conhecimentos entre a diretoria nacional, os presidentes das ABAPs Estaduais e convidados que abordaram perspectivas de mercado, legislação e uso da tecnologia. Entre os destaques da programação, a presença de Honório Pinheiro, presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), entidade coordenadora de um setor com elevada presença na economia nacional; Alexandre Secco, presidente da Medialogue; Sílvio Meira, referência em inovação e empreendedorismo, professor associado ao Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV/Rio e fundador do Porto Digital; e Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva.

“A reunião foi extremamente positiva e conseguimos abordar e chegar ao consenso de que as agências precisam cada vez mais investir em gestão, especialmente neste momento atual de economia tão desafiadora. As agências precisam se preparar para um mercado que exige mais resultados”, diz Orlando Marques, presidente da ABAP.

Um dos temas que mais causou discussões foi o da legislação. O presidente da ABAP falou da preocupação constante com a realidade da tramitação de projetos de lei no Congresso Nacional que possam criar algum tipo de restrição à atuação do mercado publicitário. “Além disso, abordamos também a nova lei das empresas públicas, estatais, que foi promulgada recentemente e tem alguns pontos a ver com a publicidade. Ou seja, precisamos discutir para nos adaptar na prática. Pontos como ter que limitar o investimento a 0,5% do faturamento da empresa, mas que pode chegar a 2%. Temos que entender até que ponto isso pode influenciar positivo ou negativamente”, ressalta Marques. Outros pontos abordados com detalhes foram o papel da publicidade para a economia regional e nacional e os resultados brasileiros em Cannes 2016.

Maior organização do setor de publicidade da América Latina, a ABAP faz reuniões trimestrais em todo o país com o objetivo de estreitar relações em todo o território nacional. A primeira edição de 2016 foi no Rio de Janeiro, em maio, e Fortaleza foi escolhida para ser a sede do segundo encontro. As agências associadas da ABAP são responsáveis por 78% do investimento publicitário brasileiro em mídia, movimentando um universo de mais de 3.200 profissionais e atendendo cerca de 4.100 clientes em todo o Brasil.  O mercado publicitário cearense conta com pelo menos 40 agências de médio e grande portes estruturadas e em funcionamento, além de uma ampla gama de pequenas agências que surgiram nos últimos anos.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Como agências podem atuar em prol do meio ambiente?
A pauta da sustentabilidade em relação ao meio ambiente tem ganhado escala conforme o ESG passa a ser uma meta das empresas de bens e serviços. A comunicação publicitária, além de ser uma forma de divulgar as ações dessas empresas anunciantes, também pode ter sua parte na contribuição para esse debate. No passado, conforme explica […]
Três empresas acusam o Facebook de plágio
O lançamento da nova marca “Meta” por Mark Zuckerberg, no último dia 28/10, já desencadeou três protestos por empresas que acusam o Facebook de ter copiado seu logo ou o próprio nome da companhia. Primeiro foi a alemã M-Sense Migräne, um app para tratar de enxaquecas, que foi ao Twitter @msense_app escrever que estava honrada de […]

Receba a newsletter no seu e-mail