Home / Nielsen é vendida a consórcio de private equity

Nielsen é vendida a consórcio de private equity

Fonte: Meio e Mensagem

29 de março de 2022

Por US$ 16 bilhões, grupo diz que posicionará a empresa de insights competitivamente

Um consórcio de empresas de private equity liderado pela Evergreen Coast Capital Corp. e Brookfield Business Partners adquiriu a Nielsen pro US$ 16 bilhões. A oferta foi de US$ 28 por ação. O anúncio da venda acontece semanas antes do upfront da empresa. A aquisição será finalizada na segunda metade deste ano, após aprovação regulatória e dos acionistas.

De acordo com a Evergreen Coast Capital Corp., a compra não altera a qualidade do serviço prestado pela empresa de dados e insights, alegando que ela continuará com o padrão “ouro” na medição de dados de audiência. O consórcio fará com que a empresa seja melhor posicionada para acompanhar as mudanças do consumidor e pretende ajudar a “levar o mercado para a próxima geração de medição de audiência”, disse Dave Gregory, sócio-gerente da Brookfield Business Partners, em comunicado.

Na semana anterior, o board de diretores da Nielsen recusou uma proposta de aquisição pelo valor de US$ 15 bilhões de outro consórcio de private equity afirmando que o valor de US$ 25,40 por ação desvalorizava a empresa. Desta vez, o conselho diz que essa transação representa um resultado atraente para os acionistas, “ao mesmo tempo em que apoia o compromisso da Nielsen com nossos clientes, funcionários e stakeholders. O Consórcio vê todo o potencial da posição de liderança da Nielsen na indústria de mídia e o valor único que oferecemos para nossos clientes em todo o mundo”, disse James A. Attwood, presidente do conselho de administração da Nielsen, em comunicado.

Durante os últimos dois anos, a Nielsen tem enfrentado desafios e questionamentos em relação ao seus serviços de métricas. Em dezembro de 2021, a empresa informou aos clientes que subnotificou audiências fora de casa para programação de TV nacional desde setembro de 2020. Este mês, o Video Advertising Bureau disse que a empresa estava trabalhando com dados inutilizáveis e programadoras como NBCUniversal, WarnerMedia e ViacomCBS, começaram criar suas próprias alternativas de medição. A empresa também está sendo processada pelo grupo de mídia EUA Entertainment Studios por “deturpação fraudulenta e fraude por ocultação”.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Brasil é o 1º colocado no ranking mundial em que os influencers são mais relevantes para decisão de compra
Seguidores, engajamento e publicidade são termos cada vez mais frequentes nas redes sociais graças, principalmente, aos influenciadores digitais. Com uma presença expressiva em diversas redes, eles têm parte das suas rendas vinda da capacidade de convencer as pessoas a comprar produtos. No Brasil, que tem mais de 150 milhões de usuários nas redes sociais, o poder dos influencers (como […]
Google lança recurso de publicidade para Digital Out- Of-Home
O Google lançou nesta quinta-feira (25) um recurso para gerenciamento de campanhas em mídias Digital Out-Of-Home (DOOH), que são os painéis digitais encontrados em quiosques, pontos de ônibus, elevadores, entre outros. A nova funcionalidade está disponível no Display & Video 360 (DV360), a plataforma de mídia programática do Google, e passa a oferecer para os […]

Receba a newsletter no seu e-mail