Home / Mídia nas telonas: como os cinemas podem atrair mais anunciantes?

Mídia nas telonas: como os cinemas podem atrair mais anunciantes?

Fonte: Meio e Mensagem

28 de março de 2023

Especialistas destacam a alta capacidade de atenção como uma das vantagens do meio, além das possibilidades de criação de experiências para o público

O último relatório do Cenp-Meios, apresentado neste mês pelo Fórum de Autorregulamentação, identificou que o investimento em compra de mídia no Brasil aumentou 7,7% em 2022 em relação a 2021.

A despeito desse dado, o cinema foi a mídia que menos recebeu investimento. De todo o valor investimento em compra de mídia no País, o cinema ficou com a fatia de 0,3%. A internet, por exemplo, tem um share de 35,7% do total investido em publicidade.

Para tentar mudar esses dados, as redes de cinema buscam atrair os anunciantes. E, um dos grandes pontos que esse meio tem a seu favor é a capacidade de atrair a atenção dos consumidores.

Recentemente uma pesquisa encomendada pela National CineMidia, dos Estados Unidos, à Lumen Research, em colaboração com a Dentsu, apontou que retenção de atenção dos anúncios exibidos no cinema é de quatro a sete vezes maior do que a publicidade em TVs, TVs conectadas, mídias sociais e digital.

Por esse motivo, ir ao cinema é caracterizado como um evento que atrai os espectadores e que faz com que as marcas consigam sua plena atenção. Esse dado é considerado tendo em vista que é proibido o uso de celulares e outras distrações dentro das salas.

“É importante lembrar que as salas de cinema oferecem um ambiente de alta visibilidade para publicidade, com uma audiência altamente engajada e atenta às telas, o que faz com que não tenha dispersão da mensagem”, diz Heloisa Goldman, vice-presidente executiva e creative connections da Leo Burnett Tailor Made.

As marcas na sala de cinema

Os recursos de tecnologia também se tornam um atrativo para as marcas, que buscam se conectar com os espectadores. Esses investimentos fazem com que os anunciantes sejam lembrados, caso consigam se alinhar ao conteúdo.

Isso pode acontecer por meio de peças publicitárias em formato de vídeos durante a programação, ou de experiências imersivas que as marcas podem apresentar durante toda a jornada do consumidor.

“Para as marcas, o cinema é um lugar interessante, pois ao mesmo tempo que ele é uma mídia, ele também um local de experiência que tem capilaridade”, afirma Cristiano Persona, vice-presidente comercial e de operações da Flix Media.

Por esse motivo, é importante ter um direcional para que a mensagem seja efetiva na hora de abordar o consumidor em seu horário de lazer. Como explica a head de Mídia WMS/Fbiz, Gabriela Amato: “o sucesso de uma campanha reside na transmissão da mensagem de forma notável para o consumidor. O cinema é a opção de lazer ideal que pode contribuir muito para alcançar este objetivo”, reforça.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Google é investigado sobre suposto abuso de mercado de publicidade
A autoridade antitruste da Itália investiga se o Google abusou de sua posição dominante no mercado de publicidade para impedir que operadoras rivais concorram de forma eficaz,  segundo denúncia apresentada pelo grupo de publicidade digital IAB. A ação aumenta o escrutínio regulatório que a gigante de tecnologia vem enfrentando em todo o mundo. Leia Mais
APP Brasil abre inscrições para o Fest’Up
A Associação de Profissionais de Propaganda abriu as inscrições para o Fest’Up 2023. O evento será realizado em 23 de setembro, presencialmente na ESPM e no Centro Universitário Belas Artes, em São Paulo. “Estratégia e criatividade além da inteligência artificial” é o tema que embasa esta edição, que terá quatro auditórios simultâneos, com mais de […]

Receba a newsletter no seu e-mail