Home / Google perde US$ 104 bi em valor de mercado, após seu chatbot Bard dar informações imprecisas

Google perde US$ 104 bi em valor de mercado, após seu chatbot Bard dar informações imprecisas

Fonte: Globo

10 de fevereiro de 2023

Erros do robô virtual levaram à interpretação de que o Google está largando atrás da Microsoft (que firmou parceria com a OpenAI, dona do ChatGPT) na nova corrida dos buscadores para incorporar elementos de inteligência artificial.

As ações da Alphabet, controladora do Google, fecharam em queda de 7,44%, a US$ 100.

Enquanto isso, ações da Microsoft dispararam durante o dia, mas perderam fôlego no final do pregão, com recuo de 0,31%, o que avalia a empresa em US$ 1,985 trilhão.

Ontem a empresa fundada por Bill Gates disse que estava integrando uma tecnologia de inteligência artificial da OpenAI, mesma empresa dona do ChatGPT, ao seu buscador Bing. Seria uma forma de desafiar a hegemonia do Google.

O teste do Bard realizado na segunda-feira foi “decepcionante”, disse Mandeep Singh, analista de tecnologia da Bloomberg Intelligence, em nota publicada nesta quarta-feira. Em um exemplo, Bard foi questionado sobre novas descobertas do telescópio espacial James Webb.

Em uma de suas respostas, Bard disse que o telescópio foi usado para tirar as primeiras fotos de um planeta fora do sistema solar da Terra, quando a NASA diz que elas foram tiradas por um telescópio diferente.

Em um comunicado, o Google disse que a resposta do Bard “destaca a importância de um processo de teste rigoroso”. A empresa acrescentou que combinará feedback externo com seus próprios testes internos para garantir que as respostas do novo chatbot “atendam a um alto padrão de qualidade, segurança e fundamentação em informações do mundo real”.

O questionamento sobre a nova ferramenta ocorre no momento em que a batalha para desenvolver mecanismo de pesquisa mais preciso e eficaz está aumentando. Na segunda-feira, o Google apresentou o Bard, cuja tecnologia subjacente será incorporada ao Google.com.

Nesta quarta-feira, o Google organizou uma coletiva de imprensa em Paris, onde compartilhou mais detalhes sobre o progresso da empresa na integração de inteligência artificial à sua ferramenta de pesquisa.

A gigante da tecnologia postou um pequeno vídeo do Bard em ação via Twitter, descrevendo o chatbot como uma plataforma que ajudaria a simplificar tópicos complexos. No entanto, o chatbot forneceu uma resposta imprecisa que foi detectada poucas horas antes do evento de lançamento de Bard em Paris, o que levou ao escrutínio sobre a eficiência da ferramenta.

– O sentimento geral é que o ChatGPT e o anúncio do Microsoft Bing criaram uma narrativa de que o modelo de negócios de busca do Google está ameaçado – disse Mark Riedl, professor do Georgia Institute of Technology.

Confira matéria no Globo

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Investimento em marketing digital aumenta em 70% das empresas na América Latina
70% das empresas na América Latina aumentaram os investimentos em marketing digital em 2021 e pretendem manter a trajetória ascendente nos próximos anos. Números que reforçam a relevância que o meio ganhou nos últimos anos, especialmente ao longo da pandemia. Os dados estão no estudo “Marketing Digital na América Latina”, desenvolvido pela NTT DATA e […]
TV é o primeiro canal na busca de informação sobre vacina
Estudo da Toluna revelou que 68% dos entrevistados procura se informar a respeito da vacinação pela TV. Na sequência estão os jornais, redes sociais e o rádio. O estudo buscou mapear a percepção dos brasileiros a respeito da imunização e também mostrou que 72% dos entrevistados pretendem tomar a vacina assim que possível. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail