Home / Google paga mais de 300 editores da UE por notícias

Google paga mais de 300 editores da UE por notícias

Fonte: Reuters

11 de maio de 2022

O Google assinou acordos para pagar mais de 300 editores na Alemanha, França e outros quatro países da União Europeia por suas notícias e lançará uma ferramenta para facilitar o acesso de outros, disse a empresa à Reuters.

A medida segue a adoção de regras de direitos autorais da UE há três anos, que exigem que o Google e outras plataformas online paguem músicos, artistas, autores, editores de notícias e jornalistas pelo uso de seu trabalho.

Os editores de notícias, entre os críticos mais ferozes do Google, há muito pedem aos governos que garantam que as plataformas online paguem uma remuneração justa por seu conteúdo. A Austrália tornou esses pagamentos obrigatórios no ano passado, enquanto o Canadá introduziu uma legislação semelhante no mês passado. 

“Até agora, temos acordos que abrangem mais de 300 publicações nacionais, locais e especializadas na Alemanha, Hungria, França, Áustria, Holanda e Irlanda, com muitas outras discussões em andamento”, Sulina Connal, diretora de notícias e parcerias de publicação.

Dois terços deste grupo são editores alemães, incluindo Der Spiegel, Die Zeit e Frankfurter Allgemeine Zeitung.

“Agora estamos anunciando o lançamento de uma nova ferramenta para fazer ofertas para milhares de editores de notícias, começando na Alemanha e na Hungria e sendo lançada em outros países da UE nos próximos meses”, disse Connal no blog.

A ferramenta oferece aos editores um contrato estendido de visualização de notícias que permite que o Google mostre snippets e miniaturas por uma taxa de licenciamento.

Confira matéria na Reuters

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Autorregulação volta a ganhar força no debate do PL das Fake News
Orlando Silva (PC do B-SP) indicou que saída poderia encontrar consenso em parlamentares contrários à criação de nova agência reguladora O deputado federal Orlando Silva (PC do B-SP) indicou que poderá reincorporar ao texto do Projeto de Lei 2.630/20, o chamado PL das Fake News, a previsão de autorregulação das empresas de tecnologia pelo controle […]
Quais estratégias as campanhas promocionais demandam hoje?
As campanhas promocionais por muitos anos representaram boa parte das entregas das agências. Afinal, é preciso gerar receita para marcas também por meio da divulgação do melhor preço e oferta. De varejistas que colocavam apresentadores quase pulando para o outro lado da televisão até supermercados que trabalhavam com cores e confetes. De todo modo, as […]

Receba a newsletter no seu e-mail