Home / Criatividade em meio à mudança

Criatividade em meio à mudança

Fonte: Redação

11 de março de 2024

Enquanto espaço de articulação coletiva do ecossistema publicitário, a Abap reconhece e valoriza as análises construtivas sobre a atual situação do mercado. É sempre válido celebrarmos a nossa história e termos uma visão crítica do momento em que vivemos para buscarmos a evolução contínua.

Mas também é fundamental ressaltar o quanto a comunicação é dinâmica e compreender que as demandas e os desafios enfrentados hoje diferem das décadas anteriores.

O mercado publicitário está inserido em um ambiente marcado pela volatilidade dos conteúdos gerados e pela incessante competição por atenção, ocasionada pela ascensão dos algoritmos das redes sociais. Essa nova era da comunicação demanda uma abordagem ágil por parte das agências, que devem usar de jogo de cintura para navegar entre as complexidades do ambiente digital e as expectativas em constante evolução das formas de consumo e comportamento da sociedade.

Se antes a medida do sucesso publicitário era a permanência de uma campanha no imaginário coletivo, hoje o cenário é caracterizado por uma  diversidade de plataformas que exigem estratégias de engajamento mais eficazes. É importante ressaltar que o sucesso de uma ação publicitária não deve ser necessariamente somente medida pelo seu impacto duradouro, mas sim pela sua capacidade de gerar conversas relevantes – inclusive pelo recente uso de inteligência artificial -, promover ações tangíveis e influenciar comportamentos em um contexto em constante transformação. Vivemos na era da diversidade e, portanto, uma mensagem dificilmente alcançará a todos os públicos, mas sempre algum será contemplado.

Ao contrário do que possa parecer à primeira vista, a busca pela criatividade continua sendo o foco do trabalho das agências de publicidade. O mercado atual não apenas prima pela inovação, mas também pela capacidade de se adaptar rapidamente às demandas. O fato do conteúdo ser efêmero não diminui a importância do impacto cultural, mas redefine a maneira como ele é percebido e mensurado. Não fosse isso, não teríamos tanto reconhecimento em eventos e premiações do setor: só no ano passado, por exemplo, as agências brasileiras conquistaram 92 troféus em Cannes Lions – 22 ‘leões’ a mais que o ano anterior (2022).

Devemos ter orgulho do nosso mercado, porque  as agências brasileiras são todos os reconhecidas como as melhores do mundo, revelando constantemente talentos que transformam a publicidade brasileira em referência mundial. Uma referência que constrói marcas. Gera riqueza para as empresas. E empregos para o nosso país.

Nesse sentido, as agências têm o desafio de ir além da nostalgia e abraçar as oportunidades do presente. Em um mundo onde a atenção é um recurso escasso e altamente disputado, a capacidade de criar conexões com o público em meio ao ambiente digital é mais valiosa do que nunca. É hora de celebrar a diversidade, o alcance e a evolução, em todos os sentidos.

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

O preço do turnover: quanto as empresas perdem com a saída de um líder?
Muito se ouve falar sobre a importância da liderança na gestão organizacional. Muito se fala sobre como esses profissionais criam o elo entre as necessidades do negócio e dos times, como precisam apoiar e desenvolver pessoas, dar feedback, ser o exemplo e ainda atingir os resultados a eles confiados.  Mas será que é possível mensurar […]
Balanço Conar: Conselho de Ética realiza reunião Plenária e da 1ª Câmara
O Conselho de Ética do Conar aprovou o calendário de reuniões para 2021 e analisou cinco representações, além de um recurso extraordinário.  A Plenária do Conselho de Ética do Conar aprovou na manhã de 26 de fevereiro o calendário de reuniões para 2021, a serem realizadas, em princípio, por via virtual. As datas estão disponíveis para consulta e […]

Receba a newsletter no seu e-mail