Home / Consumo de vídeo cresce entre os brasileiros conectados

Consumo de vídeo cresce entre os brasileiros conectados

Fonte: Meio e Mensagem

14 de dezembro de 2023

Com a crescente de vídeos, o formato se popularizou entre os brasileiros e se consolidou como o preferido. De acordo com a Comscore, houve um aumento de 21% no número de visualizações de vídeos na Internet entre julho de 2022 e o mesmo período neste ano.

O TikTok ganhou destaque, uma vez que alcançou a marca de 16 bilhões de visualizações de vídeo. A rede da ByteDance está entre as que mais cresceram desde 2020, ao lado do Instagram e Kwai. Em média, os brasileiros dedicam 132.574 minutos mensais às plataformas digitais, conforme mostram dados da Comscore de julho de 2023. Isso faz com que o Brasil apareça como o segundo país que mais consome redes sociais.

No primeiro semestre deste ano, a Comscore contabilizou 15,3 bilhões de ações no Facebook, Instagram e Twitter de marcas e publishers. Também neste período, a empresa registrou 15 bilhões de visualizações e 644 milhões de ações em vídeos nas plataformas. O número representa uma queda de 46% e 59%, respectivamente, em relação a 2022.

Ao contrário do TikTok, algumas redes registraram queda. O Youtube contou com 23 bilhões de views, uma queda de 3%. Ao mesmo tempo, a quantidade de vídeos produzidos (805 mil) diminuiu em 5%. Apesar disso, a plataforma de vídeos do Google desponta entre os serviços com publicidade e conteúdo gratuito. Aparecem também Pluto TV, Facebook Watch, Spotify e Claro Vídeo.

A Comscore chama a atenção para o fato de que a tendência é vista também na TV conectada. Na América Latina, 41% da população digital consome o formato. Já no que diz respeito ao streaming, Netflix, HBO Max, Disney +, Prime Video e Star + aparecem como as favoritas. Cada lar assina, em média, 4,6 serviços do tipo.

Além do vídeo

Segundo a pesquisa, o Brasil conta com 132,5 milhões de indivíduos conectados à Internet. Entre a população digitalizada, 57,7% são da classe C e mais da metade (51,1%) são mulheres.

Do contingente conectado, 89,9 milhões acessam a Internet exclusivamente via celulares ou tablets. O consumo em mobile representou 93% da utilização de apps em julho. WhatsApp, Instagram e YouTube aparecem como os aplicativos mais consumidos.

Em maio de 2023, o Brasil chegou a 863 bilhões de minutos consumidos na Internet. A categoria Social lidera com mais de 348 bilhões de minutos mensais em celulares e tablets. Além disso, o tempo gasto em sites de apostas também cresceu 25%, enquanto para governo e tecnologia o aumento foi de 25% e 13%, respectivamente.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Greve da mídia independente polonesa contra imposto sobre publicidade
A mídia polonesa independente bloqueou, em comum acordo, seu conteúdo na última quarta-feira, 10 de fevereiro, em protesto contra um projeto de lei que prevê um novo imposto – entre 2 e 15% do faturamento publicitário – e que deverá ser pago por todas as empresas que obtêm parte de seus lucros com propagandas.Leia Mais
Estudo brasileiro aponta oportunidades e entraves para inclusão racial no país
Pesquisa ‘Potências (in)visíveis: a realidade da mulher negra no mercado de trabalho’, desenvolvida pela consultoria Indique Uma Preta em parceria com a Box1824, é um dos maiores levantamentos já feitos no Brasil sobre inclusão de mulheres negras no mundo corporativo e busca reforçar os efeitos positivos de ambientes de trabalho mais diversos e inclusivos. Leia Mais

Receba a newsletter no seu e-mail