Home / Cenp: lideranças pedem permanência de Luiz Lara na presidência

Cenp: lideranças pedem permanência de Luiz Lara na presidência

Fonte: Meio e Mensagem

12 de dezembro de 2023

Na semana passada, o Cenp — Fórum da Autorregulação do Mercado Publicitário realizou evento para marcar os 25 anos da entidade. Em seu discurso, o vice-presidente Dudu Godoy fez um apelo público para que Luiz Lara, presidente do conselho e chairman da TBWA no Brasil, permaneça à frente da entidade por mais um mandato. A gestão atual termina em abril do ano que vem.

“Estou lançando um manifesto: #ficaluiz. Ainda temos muito o que fazer pela frente”, disse Godoy. Lara agradeceu os apoios que recebeu citando, entre outros, os dirigentes da ABA e do IAB, associações que haviam se desligado do Cenp e retornaram nesta gestão.

“O Cenp é a entidade das entidades, é uma vontade coletiva. Seguiremos trabalhando por uma publicidade próspera e colaborativa”, frisou.

A diretora-executiva do Cenp, Regina Augusto, salientou a disposição dos integrantes da direção em falar de assuntos difíceis para contribuir com a construção coletiva de um mercado melhor.

“Internamente, temos conversas difíceis, discussões intensas, mas necessárias”, pontuou. Durante o evento, foi lançada campanha da AlmapBBDO que, com bom humor, pretende explicar melhor o que o Cenp faz, partindo da premissa de que muitos profissionais atuantes no mercado têm pouca clareza sobre o escopo de trabalho da entidade.

Confira matéria no Meio e Mensagem

Voltar para Início

Notícias Relacionadas

Menopausa, saúde mental e maternidade: tendências para as lideranças em 2023
Nos últimos anos, o mercado tem discutido amplamente as características que compõem uma boa liderança contemporânea. O debate passa sobretudo pelas lideranças femininas, uma vez que políticas de diversidade, equidade e inclusão, cada vez mais difundidas entre as empresas, são pontos-chave da questão. Segundo Iza Dezon, sócia-fundadora da Dezon, consultoria estratégica e criativa que analisa […]
Propaganda na internet e fake news estão na mira do Ministério Público Eleitoral
As eleições gerais ocorrem em outubro de 2022 e a grande preocupação do Ministério Público Eleitoral (MPE) para este pleito será a propaganda pela internet e as fakes news, segundo o procurador eleitoral José Augusto Torres Potiguar. Ele lembra que as eleições de 2018 posicionaram esse debate como prioritário e que o Tribunal Superior Eleitoral […]

Receba a newsletter no seu e-mail