Release

        

05/03/2021


ABAP se une às maiores entidades da ciência e medicina para lançar campanha “Vacina Salva


 

Desconfiança por parte da população em relação aos imunizantes motivou a iniciativa; filme valoriza a ciência e suas conquistas ao longo dos anos

 

Frame da campanha Vacina Salva

 

A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (ABAP) juntamente com a Academia Brasileira de Ciências, a Academia Nacional de Medicina, a Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência lançam a campanha “Vacina Salva"em prol da vacinação em massa para combater o novo coronavírus (Covid-19).

 

“Neste momento, em que novas variantes da covid aparecem, as vacinas escasseiam e aumenta o número diário de infectados e mortes, a resposta solidária é o caminho para o controle da pandemia e a segurança da população. ‘O cada um por si’ deve ser substituído pelo ‘cada um por todos’. A covid-19 e suas variantes serão vencidas com o uso de máscaras, o distanciamento social e a vacinação em massa”, destaca o presidente da ABC, Luiz Davidovich.

 

A desconfiança por parte da população em relação aos imunizantes motivou a iniciativa, que visa principalmente combater a falta de conhecimento, teorias falsas e fake news sobre o funcionamento e a eficácia das vacinas. O legado histórico da ciência para a humanidade e sua trajetória vitoriosa no descobrimento de vacinas que venceram epidemias anteriores são o foco da campanha.

 

"A ABAP, como uma das entidades mais importantes da comunicação brasileira, tem como missão fundamental combater as fakes news", comenta Mario D'Andrea, presidente nacional da entidade. "Quando fomos procurados pelas grandes entidades de ciência e medicina do país, atendemos prontamente. Fica claro para nós que a falta de informação da população é a maior doença da sociedade moderna. Só com campanhas sérias e esclarecedores poderemos combater a pandemia e outros males que hoje enfrentamos", completa D'Andrea. 

 

É a vacina que “fala” sobre sua trajetória e destaca que existe há 200 anos para salvar vidas. No filme, a protagonista ainda diz que muitas pessoas não sabem como a ciência funciona, mas que ela existe para deixar as vidas melhores.Poliomielite, febre amarela e meningite são algumas das doenças citadas nas campanhas que foram combatidas e vencidas com a vacinação em massa. O vídeo termina com a mensagem: “Não dê ouvidos para quem não entende a ciência e tem memória curta. Conte comigo!”.

 

A campanha estreia no dia 4 de março e será veiculada na internet, TVs e rádios de todo país. O enxoval publicitário conta com um filme de 1 minuto e 30 segundos, spots de rádio e placas de rua (OOH).  A criação é do publicitário Mario D´Andrea, que contou com o apoio gratuito de vários profissionais da agência DPZT e da produtora S de Samba.

 

Ficha técnica

Título: Vacina Salva

Criação: Mario D’Andrea

Produção RTV: Ducha Lopes e Adriana Marinho / DPZT

Montagem: Marcelo Fubah / Flux

Finalização: Bruno Ferrari / xMIco-Royal Motion Experience

Áudio (Trilha e spots):

Produtora: S de Samba

Direção: Wilson Simoninha e Jair Oliveira

Produção: Pedro Caldas e Diego Guimarães

Locução: Drica Pavan

Finalização: Antonio Arruda e Flavio Godim

Atendimento: Adriana Samara

Banco de imagens: Shutter, Getty, Agência Brasil/EBC e Arquivo FioCruz

 

Mais informações para a imprensa – Giusti Comunicação

Francisco Itacarambi – francisco@giusticom.com.br – (11) 5502-5461

Pâmela Kometani – pamela@giusticom.com.br – (11) 5502-5456